Prefeitura inaugura nova UTI pediátrica do Hospital Albert Schweitzer

Publicado em 05/08/2020 - 12:56 | Atualizado em 05/08/2020 - 14:10
Prefeitura investiu R$ 2 milhões em obras para criação de 20 leitos de tratamento intensivo para crianças na unidade da Zona Oeste. Foto: Marcos de Paula/Prefeitura do Rio

O prefeito do Rio, Marcelo Crivella, inaugurou nesta quarta-feira, (05/08), a nova Unidade de Tratamento Intensivo Pediátrica do Hospital Municipal Albert Schweitzer, em Realengo, Zona Oeste da cidade. Serão 20 novos leitos, incluindo seis berços e duas incubadoras – além de 12 camas. Com a reforma, o hospital terá 30 leitos de terapia intensiva pediátrica. As vagas serão ocupadas por pacientes transferidos por meio da Central de Regulação.

– Hoje a zona Oeste do Rio de Janeiro vai receber um equipamento que trará um imenso alívio e um socorro extraordinário a todas as mães. Nós estamos fazendo aqui um CTI de leitos com tudo o que tem de mais moderno na medicina. Aqui nossos médicos são extraordinários. Nosso corpo médico, enfermeiros, técnicos e funcionários vão ter o que há de melhor em termo de equipamento para socorrer e salvar vidas. Eu fico muito orgulhoso – afirmou Crivella.

A cidade do Rio de Janeiro passa a contar agora com 55 leitos de UTI dedicados ao atendimento de crianças, um aumento de 120% feito pela atual gestão, que encontrou a rede municipal com 25 leitos. Na terça-feira (04/08), o Hospital Souza Aguiar já havia inaugurado outros dez leitos de UTI pediátrica. Além desses, os hospitais Pedro II e Jesus oferecem leitos de UTI infantil.

É importante ressaltar que a estratégia da Prefeitura foi inaugurar leitos pediátricos em dois importantes hospitais gerais de emergência. Com isso, a população passa a ter onde buscar atendimento para crianças vítimas de traumas e com casos graves que demandem tratamento clínico ou cirúrgico.

Para dar suporte à nova UTI, foram contratados mais 76 profissionais. A unidade intensiva funcionará com 22 profissionais por dia, entre médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, nutricionistas e maqueiros. Com as contratações, o Albert Schweitzer amplia para 351 o número de profissionais dedicados aos leitos de UTI da unidade – antes, eram 275.

Realizadas pela RioUrbe, as obras começaram em março e tiveram custo total de R$ 2 milhões. Os equipamentos são todos novos e foram importados recentemente, a partir de investimento realizado no ano passado.

A UTI pediátrica vai funcionar no terceiro andar, que passou por reforma geral e adequação ao regulamento técnico da Anvisa (RDC 50). O espaço ganhou uma decoração lúdica e acolhedora para a garotada. Também foram instalados equipamentos para segurança elétrica e sistemas suplementares de ar condicionado.