Prefeitura entrega tomógrafos que garantem o diagnóstico precoce da Covid-19

Publicado em 30/05/2020 - 14:44 | Atualizado em 31/05/2020 - 14:02
Tomógrafo permitirá diagnóstico precoce da Covid-19 em pacientes de Campo Grande. Foto: Mariana Ramos/Prefeitura do Rio

O Prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, tem feito uma série de entregas de tomógrafos em diferentes pontos na cidade para reforçar a proteção da população contra a Covid-19. Já foram entregues as obras de instalação  destes equipamentos no Hospital de Campanha do Riocentro, Bangu, Santa Cruz, Campo Grande, Del Castilho, Pavuna, Madureira, Cidade de Deus e Maré. Além dos tomógrafos, cada centro de imagem conta também com um aparelho de Raio X. A Prefeitura do Rio adquiriu 162 aparelhos de raio-X.

A instalação em série de tomógrafos é uma das estratégias mais importantes da Prefeitura no combate à Covid-19. Cada equipamentos tem capacidade para realizar 1.200 exames por mês.

Investimento antes do coronavírus

A atual gestão comprou  27 tomógrafos. Dos 16 comprados na China no final do ano passado – cada um custou US$ 950 mil dólares – ,um foi cedido ao Hospital Mario Kroeff, unidade filantrópica que é referência no tratamento do câncer. O Hospital Miguel Couto também receberá um equipamento.

Também vão ganhar os modernos equipamentos o bairro do Recreio, além das comunidades da Rocinha e de Rio das Pedras.

Na atual gestão, a renovação do parque tecnológico da rede municipal recebeu investimento de R$ 370 milhões. Foram comprados mais de 18 mil equipamentos de última geração, adquiridos com a finalidade de oferecer à população um atendimento digno e de qualidade.

Entre os novos equipamentos comprados pela Prefeitura estão 726 respiradores, fundamentais para equipar leitos de UTI para tratamento de pessoas infectadas pelo coronavírus.  Os aparelhos foram comprados no final do ano passado a preços mais baixos (12 mil dólares cada) e com melhores condições de parcelamento (valor dividido em 60 vezes).

A Prefeitura já distribuiu 326 respiradores nas suas unidades de referência para tratamento da covid-19. Outros 400 aparelhos chegam no final do mês. A aquisição dos kits de UTI— composto por respiradores e monitores— permitiu que a Prefeitura cedesse no (22/05) 16 equipamentos para o Hospital Universitário Pedro Ernesto, contribuindo para a ampliação da oferta de leitos de UTI para a população da cidade.