Prefeitura do Rio implanta projeto “Conexão Quarentena” em abrigos para idosos

Publicado em 17/04/2020 - 15:38 | Atualizado em 17/04/2020 - 16:57
Parentes e amigos podem mandar mensagens afetivas para idosos abrigados pelo município. Foto: Reprodução de vídeo
A Prefeitura do Rio, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos (SMASDH), deu início ao projeto “Conexão de Quarentena”, criado para manter vínculos afetivos com mensagens virtuais de pessoas que costumavam visitar idosos acolhidos em abrigo municipal antes da pandemia causada pelo Covid-19. A dinâmica do projeto é bem simples: a direção do abrigo solicitou aos familiares, amigos e voluntários, que visitam o espaço com frequência que enviassem um vídeo, áudio ou mensagem para que fossem repassados aos idosos. O objetivo é manter o contato, mesmo neste período de distanciamento social.


– Qualquer relação de afeto é importante. Esse contato faz bem à saúde mental deles e, consequentemente, à saúde física também. É uma atitude simples, mas de uma generosidade incrível, que leva alegria e evita até doenças mais sérias com a depressão. É emocionante ver essa relação de cuidado e carinho mesmo com a distância por conta da pandemia que estamos vivendo. Nosso objetivo é fazer o que está ao nosso alcance para manter a autoestima deles e proporcionar uma velhice digna -, afirmou Tia Ju, Secretária Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos.
A cidade do Rio de Janeiro conta com seis abrigos públicos municipais e seis abrigos conveniados. São 362 idosos institucionalizados, que, na maioria das vezes, mantêm vínculos afetivos apenas com os funcionários dos abrigos e voluntários. A intenção da secretaria é fazer com essa iniciativa aconteça em outros espaços e que essas mensagens de carinho cheguem a todos os idosos abrigados, fazendo com que se sintam acolhidos nesse período de quarentena. A iniciativa é da 7ª Coordenadoria de Assistência Social e Direitos Humanos, inicialmente executada na Unidade de Reinserção Social Maria Vieira Bazani.