Notificação de quadros gripais é fundamental para acompanhamento de casos da Covid-19

Publicado em 24/06/2020 - 14:15 | Atualizado
Monitorar a população com esses sintomas é um dos principais fatores para a estratégia de retomada das atividades. Foto: Marco Antônio Rezende / Prefeitura do RioMonitorar a população com esses sintomas é um dos principais fatores para a estratégia de retomada das atividades. Foto: Marco Antônio Rezende / Prefeitura do Rio
Em entrevista concedida na manhã desta quarta-feira, 24/06, a secretária de saúde, Beatriz Busch, destacou a importância do acompanhamento de casos gripais para um melhor monitoramento dos casos confirmados de infecção pela Covid-19.

De acordo com a secretária, os principais indicadores para analisar as fases de reabertura gradual das atividades são o número de leitos disponíveis, diminuição na curva de óbitos e, principalmente, a notificação de quadros gripais nas unidades de atenção primária e nas Clínicas da Família. Com isso, é possível acompanhar a evolução dos casos, uma vez que a testagem em massa não faz parte da estratégia da Prefeitura.

O aumento do número de casos confirmados na cidade está diretamente ligado ao maior número de exames com resultado positivo para a Covid-19, e é este fator que gera a notificação oficial da doença. A cidade do Rio conta atualmente com iniciativas da rede privada para testagem da população. Para Busch, a notificação e acompanhamento de casos gripais é um indicador mais sensível e que deve ser observado de perto. 

– Quanto mais examinar, quanto mais testes positivos, maior o número de casos confirmados. Mas esse não é um dado preciso para o nosso acompanhamento, de acordo com o plano da Prefeitura para retomada das atividades. Nós acompanhamos a capacidade da cidade para atendimento na rede hospitalar, óbitos e as notificações de casos gripais, afirmou a secretária.

Com as notificações para esses casos,  as equipes médicas das unidades acompanham de perto o caso dos pacientes, e fazem tomografias que podem identificar rapidamente o menor sinal de infecção no paciente. Para isso, a Prefeitura vem investindo na instalação de tomógrafos de última geração para equipar o parque tecnológico das unidades de saúde em todo o Rio e prestar um atendimento de qualidade para a população neste momento de pandemia pelo novo coronavírus.