JUVRio inaugura o Comitê Intersetorial de Políticas Públicas da Juventude Carioca 

Publicado em 30/06/2021 - 16:54 | Atualizado
Primeira reunião do Comitê que vai reunir 15 órgãos da Prefeitura - Divulgação/Prefeitura

Representantes de 15 órgãos da Prefeitura do Rio se reuniram nesta quarta, dia 30, na abertura do Comitê Intersetorial de Políticas Públicas da Juventude Carioca. O convite partiu da Secretaria Especial da Juventude Carioca (JUVRio), responsável por liderar o comitê que vai identificar, avaliar, formular e propor políticas públicas voltadas para os jovens. A iniciativa busca construir melhores caminhos para o futuro da juventude carioca por meio da interação entre os setores do Poder Executivo Municipal e da sociedade civil.

O secretário da JUVRio, Salvino Oliveira, abriu o Comitê trazendo um diagnóstico sobre a juventude carioca e os objetivos da iniciativa. – A ideia desses encontros é trocar, aprimorar e fortalecer ideias, lembrando  que a JUVRio é uma pasta intersetorial e precisa agir em sintonia com as demais. Uma questão que nos preocupa bastante são os jovens que não trabalham e nem estudam, que já são 19,6% da população carioca de 15 a 29 anos. Pegando o recorte de 18 a 24 anos a situação é ainda pior, são 26% fora das salas de aula e do mercado de trabalho.

Serão 12 encontros, um por mês, cada um abordando um dos 11 eixos de direitos descritos no Estatuto da Juventude (Lei Federal 12.852/2013). Será um espaço de troca e diálogo com as temáticas de: Cidadania, Representação Juvenil e Participação Social e Política; Educação; Profissionalização, Trabalho e Renda; Diversidade e Igualdade; Saúde; Cultura; Comunicação e Liberdade de Expressão; Desporto e Lazer; Território e Mobilidade; Sustentabilidade e Meio Ambiente; e Segurança Pública e Acesso à Justiça. Ao final do ciclo de reuniões será elaborada uma cartilha de diretrizes para a formulação de políticas públicas para juventude, contribuindo para a perpetuação de projetos com foco nessa faixa etária levando em conta suas especificidades.

Gabriel Leal, de 26 anos, é o representante da Secretaria Municipal de Esportes (SMEL) no Comitê. Ele trouxe a perspectiva do esporte como gerador de empregos para a juventude. “A chance de virar um atleta é vista, muitas vezes, como único caminho no esporte, mas é também um setor que emprega muita gente em outras funções, nos bastidores e em eventos. São empregos que não trazem fama e visibilidade, mas o sustento e oportunidades para o jovem que encontra ainda dificuldades para se inserir no mercado de trabalho. Outro caminho do esporte para juventude é como lazer, opção de atividade saudável para ocupar o tempo livre”.

Além de representantes da JUVRio e da SMEL, participaram ainda do primeiro encontro as secretarias de Políticas e Promoção da Mulher (SPM), Planejamento Urbano (SMPU), Trabalho e Renda (SMTE), Ação Comunitária (SEAC), Pessoa com Deficiência (SMPD), Saúde (SMS), Assistência Social (SMAS), Meio Ambiente (SMAC), Desenvolvimento Econômico, Inovação e Simplificação (SMDEIS), Ciência e Tecnologia (SMCT), Educação (SME), Cidadania (SECID) e Turismo (Riotur).

Atuação da JUVRio

A secretaria possui um grande foco na criação de oportunidades educacionais e de qualificação profissional. Os projetos também contam com o olhar para a promoção do bem-estar e para o estímulo à participação e protagonismo da juventude. Os diversos projetos e políticas públicas da JUVRio estão divididos em dois grandes programas: Emprega Juv e Geração Transformadora.

Além disso, a pasta também busca criar espaços de participação social para a juventude, que terá a possibilidade de entrar em contato direto com a esfera pública e expressar seus anseios, sonhos e desejos. Isso se dará, para além deste Comitê, em esferas como: Conselho Municipal da Juventude; Plano Municipal da Juventude; e Conferência Municipal da Juventude.

  • 30 de junho de 2021