Guardas municipais prendem motorista de aplicativo que ficou com celular e 950 reais de passageiro

Publicado em 15/09/2021 - 10:14 | Atualizado em 15/09/2021 - 10:37
Homem foi levado para a 12ª DP (Copacabana) - Divulgação/Prefeitura

Guardas municipais do Grupamento de Defesa Ambiental (GDA) prenderam na noite de terça-feira, dia 14, um motorista de aplicativo de 35 anos acusado de ter se apropriado de um celular e R$ 950,00 esquecidos por um passageiro após desembarcar do veículo. O acusado foi detido na Praia de Botafogo.

Os guardas municipais faziam o patrulhamento de rotina na Rua Farme de Amoedo, em Ipanema, quando por volta das 21h45, foram acionados pela vítima, um professor e sua filha, que pediram auxílio para localizar o carro de aplicativo. Ele contou que esqueceu o celular, que estava com o dinheiro escondido dentro da capa do aparelho. A vítima relatou que tentou contato com o motorista, mas ele não atendia a ligação, por isso pediu auxílio aos agentes.

A filha da vítima contou ainda que acompanhava em tempo real o deslocamento do carro de aplicativo através de outro equipamento. Os guardas municipais foram atrás do acusado, passando por Ipanema, pela Praça XV e terminando na Praia de Botafogo, onde os agentes conseguiram parar o motorista do aplicativo. No momento da abordagem, o homem jogou o celular para fora do veículo para se livrar do flagrante. Ainda de acordo com o registro na delegacia, o acusado ainda ofendeu a vítima com xingamentos homofóbicos.

Após a prisão, o homem foi levado para a 12ª DP (Copacabana), onde o caso foi registrado como furto e injúria por preconceito.

  • 15 de setembro de 2021