Guarda municipal atingido por viatura em fim de festa do Flamengo tem apenas escoriações leves

Publicado em 24/11/2019 - 20:16 | Atualizado em 24/11/2019 - 20:47
Viatura da Guarda Municipal com vidros quebrados após pedradas de torcedores na comemoração do Flamengo. Foto: divulgaçãoViatura da Guarda Municipal com vidros quebrados após pedradas de torcedores na comemoração do Flamengo. Foto: divulgação

A Guarda Municipal do Rio informa que o guarda municipal João Roberto Costa, 31 anos, do Grupamento Tático Móvel (GTM), foi levado para UPA da Tijuca onde recebeu atendimento e passou por exame de raios X, não constatando fraturas. Ele sofreu escoriações no braço esquerdo e na perna com a queda após o acidente, mas passa bem.

De acordo com os guardas, havia um conflito generalizado próximo ao monumento a Zumbi dos Palmares, onde um grupo grande de torcedores começou a atirar pedras e garrafas contra a equipe, quebrando os vidros da viatura.

Para criar uma nova formação tática e proteger os outros guardas e demais torcedores, que não estavam envolvidos no conflito, o motorista precisou sair com muita rapidez do local e deu a ré que acabou atingindo o GM Roberto, que estava atrás do veículo.

Mesmo avaliando o acidente como um fato isolado, o comando da Guarda Municipal informa que intensificará, junto ao motorista, o treinamento técnico tático que já faz parte da rotina diária dos agentes que atuam em controle de distúrbio.

Viatura da Guarda Municipal com vidros quebrados após pedradas de torcedores na comemoração do Flamengo. Foto: divulgação
Viatura da Guarda Municipal com vidros quebrados após pedradas de torcedores na comemoração do Flamengo. Foto: divulgação