Guarda Mirim, projeto que ensina cidadania e promove “corrente do bem”, forma primeira turma

Publicado em 28/11/2019 - 13:57 | Atualizado em 28/11/2019 - 14:02
Alunos da primeira turma formada pelo projeto Guarda Mirim fazem pose nos jardins do Palácio da Cidade. Foto: Leonardo Cantalice / Prefeitura do Rio de JaneiroAlunos da primeira turma formada pelo projeto Guarda Mirim fazem pose nos jardins do Palácio da Cidade. Foto: Leonardo Cantalice / Prefeitura do Rio de Janeiro

O projeto Guarda Mirim nasceu para estimular estudantes de escolas municipais a exercerem cidadania e conscientizá-los sobre a importância de valores morais, éticos e sociais. A iniciativa – desenvolvida desde maio pela Guarda Municipal (GM-Rio) e pelas secretarias municipais de Educação (SME), Assistência Social e Direitos Humanos (SMASDH) e Ordem Pública (Seop) – visa também a contribuir para reduzir a evasão escolar e aumentar o rendimento dos alunos. As aulas são ministradas por guardas municipais da Academia de Ensino e do Grupamento de Ronda Escolar (GRE). A formatura da turma pioneira aconteceu nesta quinta-feira, 28 de novembro. A solenidade realizada no Palácio da Cidade, em Botafogo, contou com a presença de 80 alunos dos 7º e 8º anos do ensino fundamental das escolas municipais Princesa Isabel, em Santa Cruz, e Medalhista Diego Matias Hypólito, em Inhoaíba, ambas na Zona Oeste. As duas unidades são as primeiras que participam do projeto.

– Quero parabenizar a primeira turma de guardas mirins. Esses momentos singelos, mas de profunda beleza é que fazem com que nossa vida tenha sentido. A gente está reunido aqui hoje, prestando homenagens aos meninos e meninas, que estudaram, se dedicaram e se formaram. Vocês são 20% da população, mas 100% do futuro da nossa cidade. Eu tenho certeza que é o primeiro passo de uma caminhada muito linda. Parabéns, hoje o Palácio da Cidade ficou muito mais bonito com o sorriso e  o brilho do olhar de cada um de vocês – afirmou o prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, ao lado da  comandante da GM-Rio, inspetora geral Tatiana Mendes, e dos secretários municipais de Ordem Pública, Gutemberg Fonseca, e de Educação, Talma Romero Suane.

Ao longo deste ano, o conteúdo abordou temas transversais ao currículo escolar, entre eles:

  • História da cidade do Rio;
  • postura e disciplina;
  • prevenção à violência;
  • educação sócioemocional;
  • vivência em direitos humanos;
  • combate ao mosquito da dengue;
  • valorização da mulher;
  • violência doméstica;
  • segurança no trânsito;
  • atendimento pré-hospitalar;
  • sustentabilidade;
  • integração família-escola;
  • segurança física de instalações.

– Ao mesmo tempo em que ajudamos as pessoas, de diversas formas, também nos ajudamos, nos tornando pessoas melhores no dia a dia – disse Rennan Dias Silva, de 12 anos, sobre o aprendizado adquirido.

Camille Barros, de 11, contou que vai encarar as novas atribuições voluntárias como uma “verdadeira missão de vida”.

– Estou animada para ensinar leis de trânsito e de prevenção à violência doméstica.

Cidadãos com maior visão de mundo

Projeto Guarda Mirim ensina disciplinas extracurriculares a estudantes da rede pública. Foto: Edvaldo Reis / Prefeitura do Rio de Janeiro
Projeto Guarda Mirim ensina disciplinas extracurriculares a estudantes da rede pública. Foto: Edvaldo Reis / Prefeitura do Rio de Janeiro

Com a proposta da Guarda Mirim, os alunos também se tornaram multiplicadores dos conhecimentos para que se estabeleça a “corrente do bem”. Eles repassam os ensinamentos para pais, responsáveis e amigos, fortalecendo a difusão das mensagens propositivas. No próximo ano, espera-se abrir novas turmas e alcançar mais alunos da rede municipal de ensino.

– A Secretaria Municipal de Educação trabalha da forma mais ampla possível, em múltiplas frentes, para ampliar o conhecimento de nossos alunos. O principal objetivo é a entrega de um conteúdo pedagógico de qualidade. Mas a formação de um ser humano com maior visão de mundo, para atuar de forma propositiva na sociedade, passa pela disciplina, pela consciência de que colaborar é relevante para a comunidade em que cada um está inserido. E essa parceria com a Guarda Municipal e outros setores da Prefeitura é um passo relevante neste sentido – ressaltou a secretária Talma Suane.

O projeto ofereceu ainda atividades externas, com visitas a locais como a sede da GM-Rio, o Planetário e o Cristo Redentor. Em setembro, 36 alunos do projeto integraram o dispositivo da instituição no desfile cívico militar em comemoração ao Dia da Independência do Brasil, no Centro do Rio.

– A iniciativa foi muito positiva para a Guarda Municipal. Mais do que transmitir conhecimentos, nossos instrutores também aprenderam muito, principalmente os da Academia de Ensino, que saíram do ambiente que já estavam acostumados, formado por adultos profissionais e tiveram que lidar com público infantojuvenil. Nossos instrutores ainda sentiram carinho especial dos alunos ao longo de toda a trajetória e para todos foi muito gratificante – destacou a comandante da GM, Tatiana Mendes.

Skip to content