Fazenda municipal inova e realiza venda de imóveis por videoconferência

Publicado em 03/04/2020 - 15:35 | Atualizado
Procedimento vai alcançar também licitações realizadas pela Subsecretaria de Patrimônio. Foto: Fernando Maia / RioturProcedimento vai alcançar também licitações realizadas pela Subsecretaria de Patrimônio. Foto: Fernando Maia / Riotur
De olho nas recomendações das autoridades de Saúde e nas despesas adicionais que o caixa da Prefeitura do Rio vai ter  – decorrentes da necessidade de enfrentamento do coronavírus – a Fazenda Municipal do Rio inicia  uma nova experiência. A partir de agora os imóveis municipais disponíveis para comercialização poderão ser comprados por meio de vídeoconferência.  A sessões serão transmitidas on-line no site oficial e na  rede social da secretaria e, no caso de licitações, até mesmo os envelopes de habilitação e proposta das empresas poderão ser enviados à Subsecretaria de Patrimônio Imobiliário por meio postal.

– A Fazenda busca formas de aumentar a arrecadação, neste momento em que o Tesouro Municipal é pressionado por conta do necessário enfrentamento ao coronavírus. Vimos na Receita Patrimonial uma das alternativas para a entrada de recursos no caixa, não só para fazer frente a esse custeio extraordinário, mas também para manter a saúde fiscal da cidade – esclarece Rosemary de Azevedo Carvalho Teixeira de Macedo, Secretária Municipal de Fazenda.

A relação dos imóveis de propriedade do município que não reúnem características para a utilização no serviço público está disponível no site http://licitaimoveis.rio/. No portal  é possível ter acesso a fotografias das unidades imobiliárias e informações sobre preços. No caso daqueles que serão licitados, o site disponibiliza também os  editais.