Coronavírus: Prefeitura reforça ações de prevenção à Covid-19 em palestra on-line para o setor hoteleiro

Publicado em 15/05/2020 - 16:01 | Atualizado
Agente da Subsecretaria de Vigilância Sanitária e Controle de Zoonoses durante fiscalização. Foto: Nelson Duarte / Prefeitura do RioAgente da Subsecretaria de Vigilância Sanitária e Controle de Zoonoses durante fiscalização. Foto: Nelson Duarte / Prefeitura do Rio
A Prefeitura do Rio, por meio da Subsecretaria de Vigilância Sanitária e Controle de Zoonoses, realizou nesta quinta-feira, 14/05, palestra on-line para reforçar as orientações sobre as medidas de prevenção e combate ao coronavírus no setor hoteleiro. Foi a sexta atividade programa de webnars lançado no último dia 4 pela Superintendência de Educação da pasta vinculada à Secretaria Municipal de Saúde (SMS). A série de capacitações já contemplou os segmentos de saúde, ambientes coletivos, alimentação e clínicas veterinárias e pets, tema que volta a ser tratado na palestra “Cuidados em clínicas veterinárias, banho e tosa, canis e petshops em tempos de Covid-19”. A atividade será nesta sexta, 15/05, às 14h, quando também acontece a aula “Orientações técnicas para a execução da resolução SMS nº 4.397”, com acesso pelo link https://bit.ly/363ZA3s.
– Orientamos sobre as medidas aparentemente simples, mas que contribuem na redução de riscos. O atendimento agendado, o uso da máscara, a higienização das mãos, o distanciamento de dois metros e não realizar procedimentos desnecessários estão entre as recomendações fundamentais para evitar a contaminação do corpo técnico e prevenir os riscos à saúde não só dos profissionais desses estabelecimentos como dos clientes de clínicas veterinárias, canis, pets e outros comércios do segmento – diz a médica-veterinária Patrícia Nuñez, coordenadora de Zoonoses da Vigilância Sanitária, que repete nesta sexta a palestra on-line na semana passada.
Hotéis – A palestra para o setor hoteleiro apresentou questões essenciais para evitar o contágio pela Covid-19 em hotéis, como a limpeza dos ambientes e superfícies; o uso de máscara obrigatório na área comum, tanto para funcionários quanto para hóspedes, que deverão ser orientados a circular com a proteção e retirá-la apenas na hora da refeição. Também foram discutidas a adoção de etiqueta respiratória em casos de tosse ou espirros; a disponibilização de álcool em gel 70% na entrada dos hotéis e em todos os pontos de circulação; com recomendações sobre o distanciamento mínimo de dois metros.
– Com apoio da Associação de Hotéis Rio desenvolvemos essa palestra priorizando as boas práticas de prevenção contra o novo vírus. Sabemos que os hotéis têm uma importância fundamental nesse momento, pois estão acolhendo pessoas que precisam do serviço para se proteger ou proteger seus familiares. E temos ainda muitos desses estabelecimentos abrigando idosos vindos de lugares com aglomeração e que são do grupo de risco – destaca o médico-veterinário Flávio Graça, superintendente de Educação da Vigilância Sanitária.
Outro ponto discutido na palestra foi a segurança sanitária na retomada às atividades. Entre as medidas que devem ser incorporadas à nova rotina estão a criação de protocolos, a implementação de novos fluxos internos, a capacitação da força de trabalho e as orientações ao público.
– É extremamente importante que as pessoas tenham segurança maior para voltar às atividades. E isso depende tanto do empenho da força de trabalho, que tem que passar por uma capacitação, quanto dos próprios hóspedes em cumprir as regras de prevenção contra o vírus – acrescentou Flávio Graça.
As outras palestras já apresentadas no novo programa de webinars da Vigilância Sanitária foram sobre a limpeza e desinfecção em serviços de saúde; gerenciamento e manejo de resíduos; boas práticas para serviços de alimentação delivery; atendimento ao público em ambientes coletivos e ainda cuidados em clínicas veterinárias, banho e tosa, canis e petshops.
Mais medidas de prevenção – Além das palestras on-line, a Vigilância Sanitária vem produzindo desde março uma série de boletins informativos, protocolos e cartilhas com recomendações sobre medidas de prevenção à Covid-19 para diversos setores. Já são mais de 20 materiais com conteúdos para a população (como o de compra e conservação de alimentos) e para estabelecimentos de diversas áreas, como saúde, indústrias de alimentação e serviços funerários, todos disponíveis no link https://bit.ly/33S1TWc, no site da Vigilância.