Coronavírus: Prefeitura fecha 18 estabelecimentos comerciais em ação na Rocinha

Publicado em 20/04/2020 - 17:14 | Atualizado em 20/04/2020 - 17:25
Agentes da Prefeitura passaram por 321 estabelecimentos na Rocinha. Foto: Divulgação / Prefeitura do RioAgentes da Prefeitura passaram por 321 estabelecimentos na Rocinha. Foto: Divulgação / Prefeitura do Rio
A Prefeitura do Rio, por meio da Secretaria Municipal de Ordem Pública (Seop), fechou nesta segunda-feira, 20/04, 18 estabelecimentos comerciais na Rocinha, Zona Sul da cidade. Os agentes percorreram a Estrada da Gávea, as localidades Via Ápia, Largo do Boiadeiro e Roupa Suja, e o Mercado Popular da comunidade, passando por 321 estabelecimentos, dentre os quais 303 já estavam fechados em respeito ao decreto municipal de enfrentamento ao novo coronavírus. Nesta tarde, a fiscalização segue para a Gardênia Azul, na Zona Oeste.

Entre as lojas fechadas estão um bazar, um salão de beleza e uma casa de produtos nordestinos. Durante a ação, uma lanchonete também foi orientada a se adequar ao decreto municipal, que proíbe o consumo de alimentos nesses locais a fim de evitar aglomerações; e nove ambulantes se retiraram. A Comlurb recolheu ainda cerca de 325 kg de resíduos sólidos. Em ação anterior na comunidade, durante a Semana Santa, cerca de 800 comércios não essenciais já haviam sido fechados pelos agentes municipais.

Acumulado – Em um mês de fiscalizações no comércio como medida de combate à Covid-19, a Seop registrou, até este domingo (19), o fechamento de 2.968 estabelecimentos dos 3.857 visitados em toda a cidade.

Órgãos – A força-tarefa desta segunda-feira contou com efetivos da Subsecretaria de Operações (Subop) da Seop; da Guarda Municipal; da Subsecretaria de Licenciamento, Fiscalização e Controle Urbano, vinculada à Secretaria Municipal de Fazenda; da Subsecretaria de Vigilância Sanitária, que integra a Secretaria Municipal de Saúde; e da Comlurb; com apoio da Polícia Militar (UPP Rocinha) e da associação de moradores da comunidade.

A suspensão do comércio é por tempo indeterminado. Entre as exceções estão supermercados e hortifrútis, padarias (sem consumo no local), e pet shops, seguindo horários especiais de funcionamento. A lista completa pode ser verificada no link: https://bit.ly/2V605pN.