Campo de Santana recebe aula técnica sobre arborização urbana

Publicado em 17/11/2021 - 14:22 | Atualizado
A aula foi destinada aos alunos da pós-graduação em Arborização Urbana da UFRRJ - Divulgação

O Campo de Santana foi cenário, nesta terça-feira (16/11), de uma performance totalmente diferente: a escalada técnica em árvore. O recurso foi utilizado, junto com outras práticas e equipamentos, durante uma aula aberta destinada aos alunos da pós-graduação em Arborização Urbana da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ).

Do alto de uma estercúlia com mais de 15 metros, o engenheiro florestal Sidney Brasil demonstrou aos mais de 40 participantes do encontro algumas técnicas de poda e outras orientações que servem para a avaliação da saúde do vegetal.

Além da escalada, até a próxima sexta-feira (19/11), outros recursos para o monitoramento e o manejo de árvores urbanas serão apresentados aos alunos, de acordo com o projeto proposto pela UFRRJ e que contou com apoio da Fundação Parques e Jardins (FPJ).

Entre os equipamentos curiosos está um tomógrafo de impulso e um resistômetro, os dois muito utilizados para avaliar o estado interno das árvores, principalmente das mais idosas, evitando assim os riscos de queda ou supressão antecipada das mesmas.

O encontro recebeu profissionais e alunos  de Curitiba, Santa Maria, Recife, Salvador e também do Equador.

O diretor de arborização da Fundação Parques e Jardins, Claudio Santana, destacou a importância das aulas abertas que, além de reforçar a boa relação entre as instituições, também fortalece a qualidade das ações. Ele observou que, entre os alunos do curso, estão alguns representantes de empresas credenciadas que prestam serviços para a Prefeitura.

 

– Essa especialização em  curso Arborização Urbana traz muitas atualizações para estudantes, profissionais da área técnica e prestadores de serviços. Esses novos recursos e ferramentas que estamos tendo acesso irão possibilitar avaliações muito mais precisas das árvores urbanas e em especial de espécies protegidas – afirmou o diretor.

 

Nesta quarta-feira (17/11), a aula é sobre poda e, na sexta-feira (19/11), será a vez de apresentar os equipamentos que avaliam a adequação das árvores.

 

A escalada técnica em árvore foi um novidade na aula – Divulgação
  • 17 de novembro de 2021