Avenida Roberto Dinamite, no entorno de São Januário, ganha sinalização

Publicado em 13/01/2023 - 18:09 | Atualizado em 14/01/2023 - 12:53
A Avenida Roberto Dinamite já está sinalizada no entorno de São Januároi - Marcelo Piu/Prefeitura do Rio

A Prefeitura do Rio instalou, nesta sexta-feira (13/1), as placas da nova sinalização da Avenida Roberto Dinamite, no entorno do Estádio São Januário, em homenagem ao maior jogador da história do Vasco da Gama, falecido no Rio de Janeiro, no último domingo (8/1), aos 68 anos. Na terça-feira (10/1), a CET-Rio já havia instalado a placa de trânsito que indica a nova avenida.

Em decreto publicado no Diário Oficial do município na terça-feira, o prefeito Eduardo Paes comunicou a mudança. Passou a se chamar Avenida Roberto Dinamite o logradouro constituído de duas pistas, com início na Rua Ferreira de Araújo, lado par, e final na Rua Ricardo Machado, com 178m de extensão. Também ficou incorporado à Avenida Roberto Dinamite o trecho inicial da Rua General Almério de Moura, passando esta a começar no encontro da Avenida Roberto Dinamite com a Rua Ferreira de Araújo e terminar no encontro da Rua Coronel Cabrita com a Rua General Padilha, com 454 m de extensão.

Nascido em 13 de abril de 1954, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, Carlos Roberto de Oliveira ganhou a alcunha de Roberto Dinamite no dia 25 de novembro de 1971 quando, jogando pelo Vasco no Maracanã, o jovem de 17 anos marcou seu primeiro gol pela equipe, na vitória por 2 a 0 sobre o Internacional. No dia seguinte, o Jornal dos Sports publicou a manchete “Garoto-dinamite explodiu”.

A CET-Rio já havia instalado a placa de trânsito na terça-feira – Marcelo Piu/Prefeitura do Rio

 

Em 1.110 jogos pelo Vasco, Roberto Dinamite marcou 708 gols. Ele detém as marcas de maior artilheiro em Campeonatos Brasileiros, com 190 gols, e em Campeonatos Cariocas, com 279. O ídolo vascaíno também é o maior goleador de São Januário, com 184 gols. Pelo Vasco, Dinamite foi campeão brasileiro, em 1974, e ganhou cinco Cariocas (1977, 1982, 1987, 1988 e 1992).

Um momento marcante de sua carreira foi o retorno ao Vasco, em 1980, após uma rápida passagem pelo Barcelona (ESP). Depois de quase acertar com o Flamengo, Dinamite foi contratado pela equipe de São Januário. Num Maracanã lotado, o craque marcou os cinco gols na goleada por 5 a 2 sobre o Corinthians.

Pela Seleção Brasileira, Dinamite marcou 26 gols, tendo sido titular e artilheiro da equipe na Copa do Mundo de 1978, na Argentina. Ele também participou da Copa seguinte, na Espanha, em 1982.

Dinamite também teve breves passagens pela Portuguesa e Campo Grande. Ele encerrou a carreira em fevereiro de 1993, num amistoso entre Vasco e La Coruña (ESP), no Maracanã. Na ocasião, Zico, maior ídolo do Flamengo, vestiu a camisa do rival para participar da despedida do amigo.

Depois de encerrar a carreira, Roberto voltou a se dedicar ao clube do coração. Ele foi presidente do Vasco no período entre 2008 e 2014.

 

  • 13 de janeiro de 2023
  • Skip to content