Ação especial leva alegria a crianças e adolescentes internados no Hospital Municipal Salgado Filho

Publicado em 19/12/2019 - 15:50 | Atualizado em 19/12/2019 - 15:56
Papai Noel fez a alegria da criançada na ala pediátrica do Hospital Municipal Salgado Filho. Foto: Marcelo Piu/Prefeitura do RioPapai Noel fez a alegria da criançada na ala pediátrica do Hospital Municipal Salgado Filho. Foto: Marcelo Piu/Prefeitura do Rio

A Prefeitura do Rio de Janeiro, por meio da 15ª Inspetoria da Guarda Municipal e da Superintendência do Méier, realizou, nesta quinta-feira, 19 de dezembro, ação especial para alegrar crianças e adolescentes internados na ala pediátrica do Hospital Municipal Salgado Filho, na Zona Norte. Os pacientes ganharam presentes entregues por um guarda municipal vestido de Papai Noel, acompanhado de dois músicos da Banda da Guarda Municipal, que tocaram canções natalinas.

– Esse trabalho é lindo. Se todos fizessem ações como essa, de gentileza e de demonstração de carinho, com certeza nosso mundo seria diferente. Foi muito gratificante receber esse carinho da Guarda Municipal e também recebi das enfermeiras e dos funcionários do hospital nos quatro dias em que minha filha esteve internada aqui – destacou Cristine dos Ferreira, mãe de Yris, de 10 anos, que recebeu alta hoje, após ter sido submetida a uma cirurgia de emergência de apendicite.

O adolescente Tupiara Ferreira Martins, de 15 anos, que está internado há cerca de uma semana e espera receber alta antes do Natal, também aprovou a iniciativa e ainda se mostrou solidário com os demais pacientes.

– Esse tipo de ação ajuda a amenizar a nossa situação, principalmente para as crianças que ainda terão que passar o Natal aqui internadas. Estou feliz porque estou quase curado, tirando o que está ruim de mim, mas também sinto muita falta da minha casa. Foi bem legal receber o Papai Noel aqui – contou o adolescente.

Mesmo não acreditando mais na existência do bom velhinho, o adolescente destacou que essa magia traz muita alegria. O sentimento de Tupiara era o mesmo dos funcionários do hospital. Muitos fizeram questão de registrar a passagem da comitiva natalina da GM-Rio e pediram para tirar fotos com o Papai Noel.

– A Guarda Municipal é sempre muito bem-vinda aqui no hospital. Recebemos com muita alegria essa iniciativa, que traz conforto e um pouco de alegria para a nossa rotina, que é marcada por tanto sofrimento com a batalha contra as doenças. É visível no rosto das crianças e dos adolescentes, das mães e dos funcionários a alegria que este gesto gera – afirmou a diretora do hospital, a médica Carla Cantisano.

Os presentes entregues às crianças e adolescentes foram arrecadados pelo próprio efetivo da 15ª Inspetoria e por funcionários da Superintendência. A quantidade de presentes arrecadados foi superior ao número de crianças e adolescentes internados na unidade hospitalar e pode ser multiplicada para crianças assistidas pelas unidades de reinserção social Ziraldo e Frida Kahlo, também localizadas no Méier. O trabalho foi acompanhado pela assistente social Jurema Célia Custódio, responsável pela Coordenadoria de Assistência Social e Direitos Humanos (CASDH) da região.

A iniciativa da ação foi do subinspetor Marlon César, comandante da 15ª Inspetoria da Guarda Municipal. Há 26 anos na instituição, ele se veste de Papai Noel há 19 anos em todas as regiões onde já trabalhou, participando de diversos eventos realizados em hospitais, instituições e também na Ilha de Paquetá, para levar a alegria para as crianças.

– Alguns brasileiros têm o hábito de apostar na mega-sena no final do ano. Eu costumo dizer que essa é minha mega-sena. Todos os anos eu venço, porque é muito gratificante ver o sorriso das crianças. A gente pensa que está fazendo uma doação, mas na verdade a gente que acaba recebendo o maior presente. Esse é meu maior patrimônio – concluiu o subinspetor Marlon.

À frente da 15ª Inspetoria, que cobre toda a região do Méier, o subinspetor Marlon já promoveu outras quatro ações dentro do Hospital Salgado Filho, como parte do projeto 15ª Inspetoria Cidadã, cujo objetivo é fortalecer ainda mais os laços de parceria e de cooperação entre a instituição e a população.