SMASDH realiza mutirão de cadastramento para o Benefício de Prestação Continuada

Publicado em 10/11/2018 - 15:00 | Atualizado em 22/11/2019 - 18:14

Regularização no BPC termina dia 30 de dezembro.

O “Dia B do BPC” acontece hoje em todas as CASDH do Rio de Janeiro. Cada região desenvolveu sua estratégia para alcançar o máximo de beneficiários e esclarecer a respeito da atualização do cadastro no Benefício de Prestação Continuada (BPC), para que os mesmos não venham deixar de receber auxílio do Governo Federal.

“Hoje estamos na 7ª Casdh para conhecer os técnicos que farão a busca ativa, para assim encontrar os beneficiários do BPC. Na assistência social temos identificados algumas dificuldades para a atualização dos cadastrados. Essa ação de hoje irá regularizar o banco e dados e dar à população acesso ao seu benefício. Parabéns aos técnicos que neste sábado vão invadir as ruas do Rio de Janeiro e dar assistência às pessoas” — disse João Mendes de Jesus, secretário municipal de Assistência Social e Direitos Humanos.

A 7ª CASDH estabeleceu como meta alcançar a média de 630 famílias neste dia. Foram separados cinco grupos de 25 técnicos da SMASDH, que farão busca ativa na casa das pessoas para identificar beneficiários que não estão cadastrados ou que precisam atualizar seus cadastros.

“Muitos idosos não sabem da necessidade de atualizar seus dados, às vezes nem conhecem esse benefício. Nossa equipe está indo ao encontro deles para avaliar as situações e com isso regularizar os cadastros. Essa região da 7ª CASDH atende a um território extenso, e em nosso balanço identificamos mais de 800 famílias, sendo aqui a região do Rio de Janeiro com maior número de pessoas que se enquadram no benefício. Então, vamos ao encontro delas!” — afirmou Janine Lopes, técnica de referência de proteção básica da 7ª CASDH.

A equipe realizou a ação de cadastramento nas ruas e na sede da 7ª CASDH. No ato, Pedro de 82 anos realizou seu cadastro, e admitiu que nem sabia que tinha direito ao benefício:

“Toda ajuda é bem vinda. Eu não sabia desse benefício. Mas a moça da Secretaria foi na minha casa e me apresentou o programa. Claro que eu corri para me cadastrar, não podemos deixar de desfrutar dos nossos benefícios, que sempre são bem vindos” — diz o beneficiário Pedro.

As equipes estão caminhando pelas ruas do Rio de Janeiro convocando os beneficiários, bem como seus responsáveis para realizarem o cadastro e a atualização de dados, pois a busca ativa identifica casos de irregularidade, além de casos de troca de endereço e até de falecimento.

“Muitas pessoas recebem o BPC como único recurso no mês, o que financia remédios, tratamentos, entre outras necessidades básicas. Por isso é importante que os dados no cadastro nacional estejam em dia, e assim com os técnicos nas ruas vamos identificar casos de pessoas que precisam estar no programa, como também pessoas que não precisam. Então vamos lá! — afirma Joelma Ferreira, coordenadora da 7ª C.

A ação visa a organização e o atendimento à população em vulnerabilidade social. Os beneficiários que não forem encontrados em suas residências por conta de ausência ou viagem, entre outras razões, encontraram em suas caixas de correio a convocação para o comparecimento ao Centro de Referência em Assistência Social (Cras) mais próximo de sua residência.

“Estamos mobilizando as 10 CASDH do Rio de Janeiro neste dia. Acreditamos que será algo com grande êxito, para assim nossos idosos não perderem acesso aos seus direitos” — comenta Regina Santos, subsecretária de Integração e Proteção da Cidadania.

Saiba mais sobre o BPC — Importante ressaltar que a data limite para o cadastro e atualização de dados é o dia 30 de dezembro. Acesse o link e veja toda a documentação necessária, além dos locais de atendimento:  http://www.rio.rj.gov.br/web/smasdh/exibeconteudo?id=8653964

Coordenação de Comunicação da SMASDH