SMASDH na campanha da Não Violência Contra a Mulher

Publicado em 28/11/2019 - 12:44 | Atualizado
campanha da Não Violência Contra a Mulher

Começou, na segunda-feira, a campanha de 16 dias de Combate à Violência Contra a Mulher. A data de 25 de novembro foi instituída pela Organização das Nações Unidas (ONU) como o Dia Internacional da Não Violência Contra a Mulher, tendo como finalidade mobilizar pessoas e organizações para o engajamento na prevenção e no fim da violência de gênero.

Pensando nisso, a delegada titular da Delegacia de Atendimento à Mulher Rio, Ana Lúcia Barros, realiza todo o dia 25 de cada mês uma ação voltada para as mulheres, sempre no intuito de aumentar a autoestima e deixar claro que elas não estão sozinhas nesse caminho de combate à violência.

“Esta data foi escolhida porque no dia 25 de novembro de 1960 três irmãs conhecidas como “Las Mariposas” foram assassinadas brutalmente por combater o regime ditatorial na época. Para nós, hoje, foi um dia importante, porque descobrimos mais uma forma de empoderamento feminino. Ao levantarmos a autoestima, conseguimos perceber que elas precisam muito mais do que só o registro policial, pois quando enfrentamos a violência contra a mulher, não podemos ficar apenas com o registro na delegacia, porque existe toda uma rede por trás e a mulher precisa de todo um amparo muito maior. Aqui identificamos mulheres que precisavam de algo mais além do atendimento na delegacia e o trabalho da Polícia Civil. Todas elas foram devidamente encaminhadas aos órgãos competentes para buscar o que precisam. Saíram mais acolhidas e sentindo que são importantes para as pessoas, que são bonitas e resgatando a autoestima que ficou tão deteriorada com a violência que sofreram”- explica.

A Subsecretaria de Políticas para a Mulher (SUBPM), subpasta da Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos (SMASDH) também participou do evento. A subsecretária Joyce Braga levou uma equipe técnica de assistentes sociais e advogadas para atender às mulheres.

Conheça o trabalho das Casas da Mulher Carioca

Atualmente, a SUBPM disponibiliza de duas unidades de atendimento à mulher, são as Casas da Mulher Carioca.

Com o objetivo de garantir o atendimento integral à mulher, de forma efetiva por meio da realização de um atendimento humano e com ações que visam atender às demandas às mulheres vítimas de violência, bem como desempregadas ou em situação de vulnerabilidade, que terão acesso a ações de capacitação promovidas pelas Casas da Mulher Carioca Tia Doca e Dinah Coutinho, de modo a favorecer o exercício de sua condição cidadã, resgatando e fortalecendo sua autoestima e possibilitando que se tornem protagonistas de seus próprios direitos.

A Casa da Mulher Carioca Tia Doca, em Madureira, e a Casa da Mulher Carioca Dinah Coutinho, em Realengo, são espaços de capacitação, interação e cidadania, que visam à inserção da mulher na vida social e no mercado de trabalho. As duas unidades se tornaram referência nas comunidades em que atuam.

As Casas oferecem serviços variados, entre eles atendimento psicológico, jurídico e social, além de cursos e oficinas voltados para a inserção no mercado de trabalho e capacitação empreendedora. Entre eles estão os cursos de Decoração com Balões, Informática, Penteados, Manicure, Maquiagem, Depilação, Design de Sobrancelhas, Zumba, Trança Nagô e Reparos do Lar, entre outros.

A coach de relacionamentos e escritora do livro Desafio do Amor Próprio, Michele Pin, levou a Oficina do Batom Vermelho, foi ela quem cedeu maquiadora e maquiagem para presentear as mulheres que passavam pela Deam.

“Fiquei muito feliz com o convite da Ana Lúcia e da Joyce para fazermos essa oficina e aumentar a autoestima dessas mulheres. Aqui mostramos a importância do autoconhecimento, é sobre isso que eu trato no me livro, Desafio do Amor Próprio, quanto mais você se conhece mais você se protege, quando você conhece a pessoa que você é, você não aceita menos do que merece” – destaca Michele.

Dezenas de mulheres passaram pela Deam, que realiza atendimento especializado 24 horas por dia e fica na Rua Visconde de Rio Branco, n° 12, no Centro do Rio.

No próximo dia 25, uma nova ação com este modelo irá beneficiar mais mulheres.

  • 28 de novembro de 2019