SMASDH atende mais de mil vítimas das chuvas no Rio de Janeiro

Publicado em 12/04/2019 - 08:13 | Atualizado

Técnicos atuaram nas 23 localidades que sofreram os maiores impactos.

A Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos montou uma força- tarefa para atender à população vítima do último temporal que assolou a cidade do Rio de Janeiro.

As equipes da Assistência, composta de assistentes sociais, psicólogos, advogados, pedagogos e educadores sociais, estão presentes desde as primeiras horas de terça-feira (9), nas 23 localidades atingidas pela chuva, atendendo às demandas emergencias, com a oferta de abrigo para os desalojados e desabrigados, além de oferecer água, alimentos, colchonetes e realizar os cadastramentos para os programas socioassistenciais da Prefeitura.

Foram abertos pontos de acolhidas provisórias, como escolas municipais, igrejas das regiões, associações de moradores e equipamentos da própria Secretaria, que estão localizados nas regiões mais afetadas pelas chuvas.

Além disso, a SMASDH prestou assistência às famílias vulneráveis, assegurando que as dez pessoas que vieram a óbito tivessem o direito de um sepultamento digno e sem custos.

Até o presente momento, 1094 pessoas receberam atendimento da SMASDH.

Após o decreto de Calamidade Pública, anunciado pelo prefeito Crivella, a Secretaria entrou em contato com o Governo do Estado, solicitando apoio complementar com gêneros alimentícios, materiais de limpeza, água potável e auxílio na emissão e isenção das taxas de segunda via de documentos.

Após identificação técnica de uma demanda mapeada e organizada, a Secretaria recebe o apoio fundamental da Fundação Leão XIII, que com a SMASDH realizará atendimento processual e contínuo na zona sul, zona norte e zona oeste.

Confira os locais.

 

 

  • 12 de abril de 2019