SMASDH abre o II Festival Rio+Humano no Palácio da Cidade

Publicado em 03/12/2018 - 16:44 | Atualizado em 08/03/2019 - 16:13

Com apoio da ONU, o evento comemora a declaração de 70 anos dos Direitos Humanos.

No próximo dia 10, a Declaração Universal dos Direitos Humanos comemora 70 anos em tempos desafiadores. A temática atravessa fronteiras diante da crise humanitária, que propicia um cenário de discriminação e violência. São milhares de homens, mulheres e crianças vítimas da fome, da violência, do preconceito, entre outros males sociais. Pessoas que são privadas de seus direitos básicos como seres humanos e precisam de apoio para viver com mais dignidade.

Diante desse quadro, a Prefeitura do Rio de Janeiro apresenta a segunda edição do festival RIO+ Humano, que tem como principal objetivo levar o tema à discussão pública com a perspectiva de que somente uma cultura pautada por valores e conhecimento possa enfatizar a importância do respeito ao próximo.

Para que isso aconteça dentro das políticas públicas, a Subsecretaria de Direitos Humanos da Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos preparou uma programação especial, reafirmando o compromisso de construir uma sociedade mais humana e a quebra de paradigmas destacados periodicamente em tempos de crises sociais. A posição de que os Direitos Humanos defende somente bandidos é errônea, a partir do pensamento de que todos são seres humanos dignos de respeito.

“Nosso objetivo é conscientizar a população da cidade sobre o real significado do tema para que haja uma transformação em todos os aspectos sociais e suas dimensões políticas, econômicas, culturais e ambientais. Afinal, não devemos ser classificados por raça, cor, religião, cultura ou classe social. Todos nós somos humanos, devemos e merecemos respeito. Eu tenho dito e repito, é um prazer enorme estar à frente de uma pasta na qual trata do tema e procura, dentro das politicas públicas, ajudar essas pessoas que tem sofrido pela falta de direitos básicos” – afirma o secretário de Assistência Social e Direitos Humanos, João Mendes de Jesus.

Além da presença do secretário da SMASDH, João Mendes de Jesus, a abertura do festival contou com a presença da primeira dama do Rio, a senhora Sylvia Jane Crivella, o assessor de comunicação da ONU/UNIC, Gustavo Barreto, o subsecretário de Direitos Humanos, Gustavo Proença, o subsecretário da Pessoa com Deficiência, Geraldo Nogueira, o diretor da Faculdade de Serviço Social da UERJ, Renato dos Santos Veloso, a diretora regional do SESC-RJ, Regina Pinho, o diretor do SESC-RJ, Nilton Pereira, representando o presidente da Fecomércio-Rj, senhor Antônio Queiroz, Paulo Damasceno, gerente do programa de Assistência e Projetos Especiais do SESC-RJ.

Para iniciar a programação especial, um grupo de dança da Subsecretaria da Pessoa com Deficiência fez uma linda apresentação que animou e emocionou o público presente. Em seguida, a palavra foi passada para primeira dama, Sylvia Crivella, que parabenizou ao grupo e enfatizou a importância de se tratar a temática a cidade do Rio de Janeiro. A primeira dama expressou o total apoio ao festival.

O representante da ONU/UNIC, Gustavo Barreto, informou que a ONU está presente no festival e acredita que a parceria com a Prefeitura possa durar por muitos anos. Na oportunidade, o comunicador entregou em mãos o primeiro jogo educativo sobre direitos humanos para a primeira dama Sylvia Crivella e o secretário João Mendes. O jogo tem sua versão digital e manual e pode ser acessado por meio do site da ONU.

As autoridades presentes também entregaram prêmios aos vencedores das fotografias escolhidas para compor a exposição fotográfica com o tema. Os autores das fotos são assistentes sociais, que registram seu olhar sobre as mazelas da sociedade, que atingem os direitos básicos humanos ou as pequenas conquistas de pessoas em situação de vulnerabilidade social que são atendidas pela SMASDH.

Ao final, todos puderam comtemplar a exposição com o fundo musical do concerto de flauta doce da Orquestra de Flauta Doce, projeto da Secretaria Municipal de Educação, que possui 45 escolas participantes e oferece bolsa de estudos em três centros de formação da cidade do Rio de Janeiro.

A programação do II Festival Rio+ Humano segue até o dia 10/12. Confira na grade abaixo.

 

  • 3 de dezembro de 2018