Mulher Superação leva motivação e amor próprio para Madureira

Publicado em 23/01/2020 - 18:55 | Atualizado em 23/01/2020 - 19:06
A escritora Michele Pin palestrou no encontro

O Palácio 450 em Madureira, na Zona Norte do Rio de Janeiro se transformou em um enorme palco de superação e amor próprio na tarde desta quarta-feira (22). Cerca de cem mulheres se reuniram para confraternizar e aprender mais sobre autoconhecimento. A Subsecretaria de Políticas para a Mulher, da Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos (SMASDH) realizou mais uma edição do evento Mulher Superação, o encontro leva palestras com as mulheres que venceram o Prêmio Nise da Silveira, promovido pela Secretaria em 2019.

A escritora do livro “Desafio do Amor Próprio”, e coach de relacionamentos, Michele Pin foi a palestrante e falou para mulheres que são usuárias dos serviços da Casa da Mulher Carioca Tia Doca. Michele conta que o amor próprio é a base para se ter um relacionamento feliz com as demais pessoas. “Quando você vira a chave na sua vida, você muda e com essa mudança começa a fazer a diferença na vida do outro. É preciso antes de tudo ter um bom relacionamento com você mesmo, se conhecer e descobrir o que gosta de verdade”, explica a escritora.

Subsecretária Joyce Braga e a escritora Michele Pin presenteiam uma das usuárias da Casa Tia Doca

A subsecretária, Joyce Braga falou sobre o trabalho da SUBPM. “É gratificante ver reunidas mulheres que aprenderam um ofício, hoje trabalham, sustentam seus filhos e mudaram de vida, isso tudo após a conclusão dos cursos que temos na Casa da Mulher Carioca. Oferecemos mais de 15 oficinas que preparam para o mercado de trabalho. Essas mulheres são fortes e maravilhosas, merecem nossos parabéns”, afirma.

A psicóloga da Casa Tia Doca e professora de danças orientais, Presciliana Vital levou um conteúdo sobre dança do ventre. A Casa oferece aulas semanais para as usuárias e a professora tem conseguido resultados satisfatórios com a novidade. “A dança faz a vida ficar mais saudável tanto física quanto emocionalmente”, afirma Presciliana.

A cabeleireira e maquiadora, especialista em noivas, Olívia Quintanilha compareceu e ofereceu a oficina, “Passa o Batom Vermelho e Vai”, maquiando mulheres e mostrando técnicas para o a auto maquiagem do dia a dia. Olivia contou um pouco da sua história de superação e mostrou para as moças que é possível mudar de vida com esforço e dedicação.

“Minha contribuição hoje é dividir com elas como superei minhas dificuldades olhando pra dentro de mim e desejando mudar. Morei sim na favela e escolhi me dar o direito de viver melhor, ter uma condição de vida que me deixasse mais feliz. Estar aqui com mulheres que procuram o seu espaço foi muito especial. Quero vir sempre”, comemora.

 

 

  • 23 de janeiro de 2020