João Mendes diz que professores são a base da sociedade

Publicado em 15/10/2019 - 15:30 | Atualizado em 16/10/2019 - 13:54

O  secretário de Assistência Social e Direitos Humanos (SMASDH), João Mendes de Jesus, homenageou hoje os professores ao afirmar que a categoria é a mais importante e emblemática que compõem as diferentes sociedades, em particular a brasileira, que para ele o professor se torna fundamental por causa da crise social e econômica que o Brasil enfrenta. O secretário disse que o Dia dos Professores deveria ser todos os dias.

João Mendes considerou ainda que o País e o Rio de Janeiro tem de compreender que a razão principal para que se valorize os professores é fazer com que a sociedade brasileira se desenvolva de forma uniforme, independente de classes sociais, porque facilitar o acesso aos estudos é garantir o direito constitucional à educação a todas as pessoas, de maneira a efetivar a igualdade de oportunidades, principalmente no que tange ao ensino básico de boa qualidade.

“Não há outra saída para o desenvolvimento social e econômico de qualquer nação que não seja pelo investimento em educação, a fim de alcançarmos os marcos civilizatórios, que permitem criarmos ferramentas para que uma sociedade seja democrática, igualitária e inspiradora de seu próprio desenvolvimento. Sem educação não há solução plausível para que possamos ter paz social e a garantia de vermos as gerações futuras bem encaminhadas. E os professores são a base de todo esse processo” — afirma João Mendes de Jesus.

O secretário ressaltou ainda que a valorização dos professores, tanto nos aspectos estrutural e salarial é de fundamental importância para a sociedade, porque professores satisfeitos e valorizados trabalham com mais afinco e se preocupam menos com a luta pela sobrevivência, pois passam a se concentrar para ensinar e, com efeito, motivar os alunos para que no futuro sejam cidadãos responsáveis e profissionais competentes.

“Os professores e as professoras são tudo de bom. O ensino fundamental, o aprendizado e o desenvolvimento de um ser humano, que entra no mundo do ensino com apenas quatro ou cinco anos e sai da faculdade com 25 a 30 anos é um processo hercúleo para qualquer nação e, portanto, necessário fortalecer o ensino por meio de orçamentos e da valorização dos professores. Parabéns à categoria, pois a mais importante e a que abre as portas para todas as profissões” — conclui João Mendes.