Ciclo de palestras Serviços+ Humanos lembra que trabalho digno é direito das pessoas

Publicado em 07/12/2018 - 12:05 | Atualizado em 08/03/2019 - 15:50

Gestores de equipamentos da Prefeitura participam de palestras sobre os 70 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos.

Nesta sexta-feira, a Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos (SMASDH) celebra os 70 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos com o ciclo de palestras Serviços+ Humanos para os gestores do município do Rio de Janeiro, na Associação dos Magistrados da Justiça do Trabalho.

“Artigo 23 da Declaração Universal dos Direitos Humanos — Todos os seres humanos têm direito ao trabalho, à livre escolha de emprego, a condições justas e favoráveis de trabalho e à proteção contra o desemprego.

Todos os seres humanos, sem qualquer distinção, têm direito a igual remuneração por igual trabalho.

Todos os seres humanos que trabalhem têm direito a uma remuneração justa e satisfatória, que lhes assegure, assim como à sua família, uma existência compatível com a dignidade humana, e complementada, se necessário, por outros meios de proteção social.

Todos os seres humanos tem direito a organizar sindicatos e neles ingressar para proteção dos seus interesses”.

Com base no artigo 23 da Declaração Universal dos Direitos Humanos, a primeira palestra do dia se desenvolveu. A abertura do evento foi marcada pela presença do subsecretário de Direitos Humanos, Gustavo Proença, que ressaltou a importância de falar sempre dos direitos das pessoas e não apenas no mês de aniversário da declaração.

Proença também deu a introdução aos convidados que abriram o evento, com a palestra Condições Dignas de Trabalho, com os professores Cássio Casa Grande e Marcela Soares.

Destacando que a Declaração deve ser implementada e não imposta na sociedade, Cássio Casa Grande deu introdução à sua apresentação. O foco de Cássio foi o processo histórico por trás da desigualdade e a falta de dignidade com relação ao povo trabalhador.

“Nós podemos fazer algo pelos Direitos Humanos” — afirmou Cássio em sua palestra, quando também falou que a Declaração Universal dos Direitos Humanos assegura a dignidade do trabalhador perante seus patrões.

Marcela Soares, por sua vez, palestrou sobre a realidade do brasileiro trabalhador.

No decorrer do dia aconteceram palestras sobre Igualdade, Liberdade e Dignidade, Igualdade Racial, Livre Orientação Sexual e Liberdade Religiosa. A SMASDH está a realizar dez dias de comemorações pelos 70 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos.

 

Segue a programação dos próximos eventos:

  • 7 de dezembro de 2018