Acolhidos em abrigos do Rio entram pela primeira vez no Maracanã e assistem ao jogo do Flamengo

Publicado em 13/01/2023 - 16:11 | Atualizado
O grupo era formado por 30 acolhidos em abrigos da Prefeitura do Rio - Bruno Moura/Prefeitura do Rio

A emoção invadiu o Maracanã na noite de quinta-feira (12/1). Um grupo de 30 acolhidos em abrigos da Secretaria Municipal de Assistência Social (SMAS) entrou pela primeira vez no Maracanã para assistir à partida entre Flamengo e Audax. E os torcedores deram sorte ao Rubro-Negro e conferiram de perto a vitória por 1 a 0 no primeiro jogo do Campeonato Carioca 2023.

Entre adultos e adolescentes, a torcida organizada de acolhidos era de quatro unidades da SMAS: URS (unidades de reinserção social) Dom Helder Câmara, Haroldo Costa e Raul Seixas, e da Central de Recepção Tom Jobim. Eles chegaram às 20h30, no Portão C do estádio. Antes de a partida começar, o que se viu foi muita expectativa e ansiedade. Para Silas Gonçalves, de 56 anos, estar no Maracanã para ver o Flamengo o fez relembrar sua infância.

– Quando era pequeno sempre via com meu pai o nosso time. Estar aqui hoje e ver tudo de perto não tem como não me emocionar e lembrar dele. Esse amor pelo Flamengo aprendi com ele e sou Flamengo de carteirinha. Estou muito feliz de estar aqui.

Nem o temporal durante o jogo espantou a animação desses fãs de carteirinha. O primeiro tempo foi tenso, a partida estava bem equilibrada. Mas, no segundo tempo o jovem Matheus França fez o gol da vitória rubro-negra e o grupo pôde extravasar e comemorar.

Antonio Marcílio, de 46 anos, vibrava, dançava, não se continha de tanta alegria.

– Sempre tive vontade de estar aqui, mas as condições não me permitiam. Eu nasci flamenguista e assistir ao jogo do meu time do coração no Maracanã e ainda ver ele ganhar é a realização de um sonho – declarou, emocionado.

A iniciativa faz parte de uma ação conjunta entre a Assistência Social e o departamento de Responsabilidade Social do Flamengo, a fim de criar oportunidades para que os acolhidos em busca de reinserção social participem de atividades de lazer de qualidade que promovam a convivência em grupo, o respeito ao próximo, elevando a autoestima e a autoconfiança.

O trabalho da SMAS com o Flamengo foi iniciado em dezembro de 2022, quando o clube fez uma oferta de presentes de Natal aos idosos da URS Maria Vieira Bazani, na campanha Natal Acolhedor. Esta semana, o clube ofereceu ingressos para os acolhidos assistirem à abertura do Campeonato Carioca, acompanhados por educadores sociais. Além disso, o Flamengo também vai doar kits ‘Voltas às aulas’, com materiais básicos (caneta, lális, caderno, mochila) para adolescentes que vivem em abrigo.

– A gestão da assistência social é voltada para a reinserção social dessas pessoas que estão em situação de rua, e eventos como esse contribuem para ajudar a criar perspectivas de futuro, ampliando o horizonte para novos sonhos – ressaltou Maria Domingas Pucú, secretária municipal de Assistência Social.

  • 13 de janeiro de 2023
  • Skip to content