Vigilância Sanitária retoma fiscalização nos shoppings

06/06/2019 09:06:00


Parte do roteiro de prévias da Copa América, operação inspecionou 68 lojas no Boulevard, com 25 infrações, uma interdição e 29 quilos de produtos descartados

Com a inspeção no Boulevard Shopping, no Andaraí, Zona Norte, a Subsecretaria de Vigilância Sanitária e Controle de Zoonoses da Prefeitura do Rio retomou nesta quarta-feira, dia 5, a operação "Vigilância no Shopping", que tem foco na prevenção de riscos à saúde. A ação faz parte das prévias voltadas à Copa América 2019, que terá cinco jogos no Maracanã, na região da Grande Tijuca, e  estimativa de atrair à cidade cerca de 40 mil pessoas. Em cinco horas, a equipe multidisciplinar composta por 23 técnicos vistoriou 68 estabelecimentos, com 19 deles infracionados e um interditado, o espaço de podologia que funcionava em uma loja de calçados, sem condições higiênico-sanitárias e sem materiais para esterilização. Na área de alimentos, a fiscalização descartou 29 quilos de produtos impróprios ao consumo em dois comércios, sendo 15 quilos de comida japonesa e dez quilos de sobremesa em temperatura inadequada, três quilos de camarão sem rótulo de procedência e data de validade e um quilo de gergelim vencido.

 


Nos 19 estabelecimentos infracionados, os fiscais aplicaram ao todo 25 infrações, 14 delas pela Coordenação de Alimentos, sendo seis por falta de higiene, quatro por alimentos impróprios ao consumo e quatro por falta de licença sanitária. Além das duas multas no espaço de podologia que acabou interditado, a equipe da Coordenação de Saúde autuou duas óticas por falta de desinsetização, uma loja de estética por falta de higiene e outra por problemas com a licença sanitária. Já a Coordenação de Engenharia multou quatro lojas de departamento e uma academia, todas por falta de limpeza no sistema de ar-condicionado. Participou da operação uma equipe do Laboratório Municipal de Saúde Pública (Lasp, também na Vigilância Sanitária), que coletou amostras de alimentos e água em seis comércios de alimentos. O resultado da análise deve ser concluído nesta sexta-feira, dia 7.
 

 

Outros pontos do torneio - O roteiro de ações prévias da Vigilância Sanitária para a Copa América 2019 que terá cinco jogos no Maracanã começou em 14 de janeiro, com a inspeção nas cozinhas do Novotel e do Grand Hyatt, responsáveis pelo buffet servido no evento de sorteio dos grupos, realizado dez dias depois na Cidade das Artes, também vistoriada. Além da fiscalização, técnicos da Superintendência de Educação da Subvisa capacitaram funcionários dos dois hotéis no curso de manipuladores de alimentos a ser levado nos próximos dias a mais profissionais que vão atuar no evento internacional. As equipes de inspeção da Vigilância já estiveram duas vezes no Maracanã (25 de março e 17 de maio), que receberá outra vistoria antes do próximo dia 16, data do primeiro jogo no estádio carioca.

Em 20 de maio, técnicos fiscalizaram campos de futebol, academias e outros espaços da Escola de Educação Física do Exército (EsEFex),  na Urca, que servirá como centro de treinamento das delegações. Dois dias depois, em 22 de maio, foi a vez do Clube da Aeronáutica, na Barra da Tijuca, que será utilizado para treino dos mais de 50 árbitros do torneio. Seguindo o roteiro de inspeção, mais dois dias, em 24 de maio, a inspeção foi no Centro de Treinamento do Fluminense, em Jacarepaguá. Além de fiscalizarem cozinhas e outros espaços de alimentos, estruturas e sistemas de ar, água e gerenciamento de resíduos, as equipes fazem orientações para que os estabelecimentos se adequem às normas de prevenção aos riscos de saúde.

Alinhamento - Nesta terça-feira, dia 4, a Vigilância realizou em sua sede reunião de alinhamento com fornecedores que vão atuar no Maracanã e demais espaços do torneiro. No encontro, mais de 50 profissionais de hotéis, empresas de catering e alimentação, além de representantes do Comitê Organizador do evento, receberam orientações diversas, como informações sobre o novo modelo on-line de licenciamento sanitário.

- Seguimos conferindo as condições dos estabelecimentos envolvidos nesse importante evento, que tem a estimativa de atrair ao Rio cerca de 40 mil pessoas. Estamos capacitando profissionais da manipulação de alimentos e hoje, com o Vigilância no Shopping, iniciamos as vistorias no comércio de alimentos do entorno do Maracanã, com alertas e orientações para que se adequem e ofereçam um serviço que não represente riscos à saúde da população. E vamos ainda vistoriar hotéis - adianta a médica-veterinária Marissol Figueiredo, coordenadora de Eventos da Vigilância Sanitária.

Capacitação - Nos próximos dias 10 e 11, manipuladores de alimentos, técnicos da área de saúde e profissionais da rede hoteleira receberão treinamentos exclusivos para que as condições higiênico-sanitárias sejam adequadas ao evento que terá a grande final no Rio de Janeiro.

Imagens relacionadas:










Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro - Sede: Rua Afonso Cavalcanti, 455 - Cidade Nova - 20211-110