Diário Oficial do Município do Rio de Janeiro


Vigilância Sanitária começa hoje Operação Verão na cidade

31/10/2017 10:35:00


 

Nesta terça, dia 31, mais de 20 técnicos da Vigilância Sanitária estarão na Ilha de Paquetá, para iniciar a operação "Vigilância no verão: tempo de manter a saúde em alta e os riscos em baixa", que vai fiscalizar quiosques, bares, restaurantes e hotéis da orla; piscinas de clubes e academias; ambulantes cadastrados que comercializam alimentos nas praias; salões de beleza, estúdios de piercing e tatuagem, academias de ginásticas e a comercialização de produtos irregulares; bem como as condições de trabalho e a presença de focos de mosquito em todos esses locais.

 

O lançamento da operação será às 10h, no Paquetá Iate Clube, que fica na Praia das Gaivotas. Durante o dia haverá inspeções, palestras para comerciantes, escolas, lojas de produtos veterinários e ambulantes, bem como orientações à população, a fim de alertar sobre os riscos que a saúde corre nesse período do ano. As palestras vão abordar temas sobre manipulação de alimentos, cuidado nutricional, saúde do trabalhador, cuidados com a água, manejo de resíduos, medidas de prevenção às arboviroses, além de orientações sobre a retirada do licenciamento sanitário pela internet.

 

A operação de verão vai até o último dia da estação mais quente do ano, período de maior ocorrência das doenças transmitidas pelos alimentos, já que as altas temperaturas aceleram a deterioração de alimentos e favorecem a multiplicação de microrganismos causadores de doenças, com sintomas como náuseas e diarréia. É nesse período que a procura por tratamentos de beleza também aumenta, por conta da maior exposição do corpo e da realização de grandes festas.

 

Nos estabelecimentos que comercializam alimentos na orla, serão verificadas a limpeza dos ambientes, o armazenamento, validade e manipulação dos alimentos, e a vestimenta dos profissionais; no comércio ambulante da praia serão verificadas as condições de transporte e manipulação dos alimentos, assim como a conservação e a validade. Já nas piscinas, serão verificadas a qualidade da água, a higiene das instalações físicas e o funcionamento dos equipamentos de tratamento da água.

 

Nos salões de beleza e estúdios de piercing e tatuagem serão inspecionadas a utilização dos materiais, o uso de cosméticos regularizados, a limpeza e desinfecção do ambiente e se há riscos de doenças infectocontagiosas. A limpeza e desinfecção do ambiente e de equipamentos também serão verificadas nas academias de ginásticas, que serão foco da inspeção de produtos comercializados ilegalmente. Será cobrado de todos os estabelecimentos inspecionados a eliminação de focos de mosquito, para combater as arboviroses.


Mas o trabalho de preparação desses estabelecimentos para um verão mais seguro começou em março, com cursos voltados para hotéis, quiosques e salões de beleza e estúdios de piercing e tatuagem. Agora, essas atividades educativas serão intensificadas, com acréscimo de cursos voltados para ambulantes e barraqueiros das praias.

 

A coibição da comercialização de produtos impróprios também pode ser feita pela população, através de denúncias à central de atendimento 1746. Todas as demandas serão encaminhadas aos técnicos da Vigilância Sanitária, que comparecerão aos estabelecimentos denunciados, para avaliarem as condições e, caso necessário, aplicarem as penalidades previstas em lei. Para saber o que denunciar, o órgão disponibiliza em seu site dicas e orientações sobre a comercialização adequada de produtos e serviços relacionados a alimentos e saúde. O endereço é www.prefeitura.rio/vigilanciasanitaria.




Serviços Serviços