Escola municipal recebe a jornalista Miriam Leitão em evento prévio da Bienal Internacional do Livro

08/07/2019 19:15:00


Cerca de 150 estudantes de três escolas da Prefeitura do Rio localizadas na Praça Seca, na Zona Oeste, assistiram a uma aula muito diferente nesta segunda-feira, dia 8/7, no primeiro dia do projeto Bienal nas Escolas, uma iniciativa inédita da Gerência de Leitura da Secretaria Municipal de Educação em parceria com a Bienal Internacional do Livro do Rio de Janeiro, a maior feira literária do país. O Espaço de Desenvolvimento Infantil Eu Sou recebeu a jornalista e escritora Miriam Leitão para conversar sobre ecossistema e meio ambiente, temas presentes no livro infantil dela intitulado "A vida perigosa dos passarinhos pequenos". Além de reforçar a importância da leitura, a autora leu trechos com a criançada de 4 a 5 anos. A Bienal nas Escolas ainda vai levar para as unidades escolares da rede municipal mais três escritoras nos próximos dias: Thalita Rebouças, Ana Maria Machado e a youtuber Nathalia Arcuri.

— Essa parceria da Secretaria Municipal de Educação com a Bienal do Livro é maravilhosa e tem que ocorrer mais vezes porque quanto mais o autor estiver perto do leitor melhor será o futuro deles e dos livros. Falar para adultos sobre economia, a minha especialização, é fácil para mim porque faço isso o tempo todo. Em cada livro meu eu tento passar uma mensagem que os motive a tomarem atitudes positivas para a vida deles e do planeta - disse Miriam Leitão, que se sentiu desafiada com o convite.

Entre risos e aplausos, os alunos dos EDIs Eu Sou e Maria Berenice e da Escola Municipal Renato Leite acompanharam a leitura do livro pela própria autora com encenação do ator Patrick Dadalto, que interpretou teatralmente as falas da escritora no refeitório da unidade. Para Miriam Leitão, a paixão pela leitura precisa ser incentivada desde cedo para que as crianças absorvam o hábito e o alimentem ao longo da vida.

Após a leitura, os estudantes realizaram uma atividade pedagógica, elaborada pelos professores do EDI. A diretora da unidade, Vanessa Simões, acredita que o contato com os livros é essencial para o desenvolvimento das crianças.

— A ideia da Prefeitura de trazer a Bienal para as escolas foi um acerto. Nem sempre os pais das crianças são leitores, o que é uma pena. Receber escritores infantis, como a Miriam, para momentos como esse é fundamental para a gente acender o amor das crianças pelos livros. E a gente vê que criança gosta de ouvir e contar histórias. Assim, todo mundo pode incentivar a leitura de alguma forma – reforçou a diretora.

Bienal nas Escolas

A próxima edição da Bienal nas Escolas já tem data marcada. Nesta quinta-feira, 11/7, às 10h, a escritora Thalita Rebouças estará na Escola Municipal Bernardo de Vasconcellos, na Penha, para conhecer 120 de seus leitores. A autora de "Fala sério, mãe!", "Tudo por um popstar" e "Ela disse, ele disse" será a homenageada com textos produzidos pelos estudantes do Ensino Fundamental sobre sua coleção de livros. Os trabalhos abordam temáticas valorizadas por Thalita: relações entre mãe e filhos, os desafios para mudar de escola, bullying, preconceito e respeito. Ao final do encontro, a autora irá premiar os melhores escritores da escola com livros autografados.

No mês que vem, dia 13/8, às 10h, a Escola Municipal Epitácio Pessoa, no Andaraí, abre as portas para as dicas da jornalista, escritora e influenciadora digital Nathalia Arcuri. Com mais de 3,6 milhões de seguidores no canal "Me Poupe" do Youtube, a autora figura as listas dos mais vendidos com o livro homônimo e se tornou referência na internet quando se fala em educação financeira. Na escola, ela irá discutir com os alunos seus sonhos de curto, médio e longo prazo para discutirem a importância do planejamento financeiro na vida pessoal.

Já a escritora infantil Ana Maria Machado, sexta ocupante da cadeira nº 1 da Academia Brasileira de Letras e ex-presidente da ABL, vai levar o encanto de suas histórias infantis para a Escola Municipal Domingos Bebiano, em Inhaúma, no dia 16/8, às 10h. A autora de obras como "Menina bonita do laço de fita", "Caro professor" e "Gente bem diferente" encontrará 150 alunos de 4 a 10 anos de idade para falar sobre a temática de suas histórias e a importância da leitura para a vida.

Para a gerente de leitura da SME, Carla Celestino, aproximar os autores dos estudantes é mais uma ação que vai potencializar a paixão pelos livros no coração dos estudantes da rede municipal.

— Ações como essas possibilitam a aproximação dos alunos com o universo literário, com autores, ilustradores, profissionais da área cultural e suas obras, favorecendo não somente o acesso ao livro e a literatura, mas também a promoção da leitura e a formação do leitor.

A SME na Bienal do Livro 2019

Além do projeto inédito Bienal nas Escolas, a Secretaria Municipal de Educação promove, tradicionalmente, a visitação de alunos da rede ao evento e adquire títulos para compor o acervo das 1.540 unidades escolares do município. Também recebem obras diversificadas o Centro de Referência de Educação de Jovens e Adultos, o Instituto Helena Antipoff, a Escola de Formação Paulo Freire, a Sala de Leitura Lourenço Filho, que funciona no prédio central da Prefeitura do Rio, e as 14 Bibliotecas Escolares Municipais distribuídas por todas as regiões da cidade.

Durante o evento, o estande da Secretaria Municipal de Educação vai expor os trabalhos de leitura das unidades escolares. Os alunos que visitarem a Bienal também poderão usar o voucher de livro distribuído na entrada da feira com um título selecionado pela secretaria neste espaço.




56_INSTANCE_en5I 56_INSTANCE_en5I p_p_id_56_INSTANCE_en5I_


Todas as Notícias

Veja as últimas notícias

Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro - Rua Afonso Cavalcanti, 455 - Cidade Nova - 20211-110