Mutirão de matrículas em creches - Secretaria Municipal de Educação

25/02/2019 11:34:00


Secretaria Municipal de Educação matricula mais de 250 crianças em creches durante mutirão com Defensoria Pública neste sábado

 

"Conheço a creche muito bem e é ótima. A direção, o cuidado com as crianças, a pontualidade, a alimentação. Na creche da Prefeitura eu confio". Estas foram as palavras da desempregada Cristiane Tavares, de 39 anos, ao conseguir vaga para o filho Gabriel Tavares, de 2 anos, na Creche Parque Bom Menino, em Irajá, durante o mutirão realizado neste sábado, 23/2, pela Secretaria Municipal de Educação e Defensoria Pública.


A carioca Cristiane, ex-cobradora, fala com conhecimento de causa sobre a creche Parque Bom Menino: seu filho mais velho Paulo Henrique também estudou lá. " Foi uma experiência excelente. Os profissionais são exemplares. Cuidam das crianças como se fossem filhos deles. Meu sonho está sendo realizado '.


Com a participação de cerca de 90 profissionais, a Secretaria Municipal de Educação matriculou mais de 250 novos alunos em creches da Prefeitura até as 12h deste sábado, no mutirão. Foram atendidas famílias interessadas no projeto educacional do município, voltado a crianças com idades de 6 meses a 3 anos e 11 meses. O mutirão soluciona questões como: perda do prazo para matricular os filhos no período estabelecido; busca de uma vaga em creche mais próxima das residências (as vagas são inicialmente sorteadas); entrada em unidade de horário integral, famílias que estavam em filas de espera, entre outras.


Moradora de Vicente de Carvalho, a desempregada Letícia Gonçalves estava muito satisfeita também. Conseguiu vaga na Creche Acalanto, perto de siua casa, para o filho Emanuel, de 2 anos.


- Tenho ótimas referências da creche. Uma amiga fez estágio lá e disse que os professores são muito cuidadosos. As creches da Prefeitura são muito boas. Tem criança que vai estudar, mas também vai para se alimentar e para o pai poder trabalhar - disse Letícia.


A moradora de Muzema, em Jacarepaguá, Karime Castro Rodrigues, 26 anos, também comemorou a vaga conquistada. A filha Sara, de 2 anos, vai estudar na creche Matilde, exatamente onde ela queria.

 

- É o sonho virando realidade. Esta creche é ótima e todo mundo elogia. Um lugar seguro para deixar nossos filhos protegidos. É excelente a rede de creche da Prefeitura. Estávamos na fila de espera. Agora, vou tentar voltar ao mercado de trabalho com segurança- disse a mãe.


MAIS VAGAS


A partir do início do ano letivo, ocorrido no último dia 11/2, novas vagas foram disponibilizadas, pois muitos pais registraram seus filhos em mais de uma creche inicialmente. Desta forma, houve a liberação de vagas que se encontravam bloqueadas no período de matrícula.


Na semana passada, dia 16/2, a Secretaria Municipal de Educação matriculou 165 crianças no primeiro mutirão realizado em parceria com a Defensoria Pública, que aconteceu em Campo Grande. Com o de hoje, são mais de 400 vagas oferecidas para a população nos dois mutirões.


- Também publicamos um edital oferecendo mais 6.000 vagas de creches conveniadas, e os atendimentos serão oferecidos após os trâmites burocráticos – explica a secretária municipal de Educação, Talma Suane.


A crise econômica é outro motivo que fez com que muitas famílias migrassem da rede particular para a rede municipal de ensino. Além dos mutirões já realizados , outros estão previstos para os dias 9, 16 e 23 de março, respectivamente, em Campo Grande, no Terminal Menezes Cortes (Centro) e, novamente, em Jacarepaguá.


A rede municipal de ensino do Rio de Janeiro é uma das maiores da América do Sul, com cerca de 640 mil alunos, 1.539 escolas e aproximadamente 40 mil professores. Todos os dias são servidos mais de 1,1 milhão de refeições aos alunos da rede municipal de ensino, totalizando mais de 200 milhões de refeições (entre almoço e lanche) por ano. 




56_INSTANCE_en5I 56_INSTANCE_en5I p_p_id_56_INSTANCE_en5I_


Todas as Notícias

Veja as últimas notícias

Mostrando 1 - 4 de 368 resultados.
Itens por página 4
de 92
Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro - Rua Afonso Cavalcanti, 455 - Cidade Nova - 20211-110