Secretária Municipal de Educação visita a 19ª Bienal do Livro

02/09/2019 16:54:00


Milhares de estudantes da Rede Municipal de Ensino do Rio já estão aproveitando uma série de experiências inesquecíveis oferecidas durante a 19ª edição da Bienal do Livro, maior festival literário do Brasil, que acontece até o dia 8 de setembro, no Riocentro, zona oeste da cidade. E neste ano, a Secretaria Municipal de Educação está com um estande especial para receber alunos, professores, funcionários e visitantes da Bienal, com contação de histórias, oficinas, exposição de trabalhos, encontros com professores escritores e consulta de títulos. A secretária municipal de Educação, a professora Talma Romero Suane, que esteve no evento para dar início às festividades e conferir as obras disponíveis nos pavilhões da Bienal, destaca que "a leitura é uma ferramenta importante para a formação do ser humano".

— Nós da SME acreditamos que ler é muito importante pois desperta a criatividade e a inovação, amplia o conhecimento de mundo e dá poder aos jovens de serem o que eles quiserem. Neste ano, estamos levando os alunos das escolas municipais para a Bienal do Livro e reservamos um espaço especial para recepcionar professores, alunos, servidores, responsáveis e o público visitante.

O estande da SME é o R53, localizado no pavilhão 4 (verde), rua R, e conta com atividades como encontro com professores escritores, contação de histórias, oficinas, exposição de trabalhos e consulta de títulos para leitura. Em 2019, são esperados mais de 600 mil visitantes. Destes, cerca de 110 mil será composto pro alunos que terão a oportunidade de conviver, em toda a Bienal, com mais de 300 autores nacionais e internacionais para assistir palestras, participar de debates e espetáculos culturais ou adquirir um dos 5,5 milhões de exemplares disponíveis — número equivalente à população da Finlândia.

SME na Bienal

Até o último dia de evento, o estande da Secretaria Municipal de Educação vai expor os trabalhos de leitura das unidades escolares, exemplos de boas práticas para inspirar outros mestres. Os alunos que visitarem a Bienal também poderão utilizar o voucher de livro que será oferecido pela SME na entrada da feira para adquirir títulos em toda a Bienal do Livro.

No estande, ao longo de todo o evento, serão expostos e disponibilizados para leitura títulos publicados por profissionais da rede municipal, como o livro "Professores inovadores", escrito por mestres da Escola de Formação Paulo Freire e docentes que estão em sala de aula, e retrata práticas pedagógicas inspiradoras. A publicação surgiu a partir de um grupo na internet de troca de práticas educacionais. Também estará disponível o livro "Atividades matemáticas no GeoGebra para a Educação Básica", dos professores Rafael Ferreira e Leandro Mendonça.

Durante todo o evento, a MultiRio — Empresa Municipal de Multimeios — estará no estande expondo seus produtos, games e vídeos.

Bienal nas Escolas

De forma inédita, de julho a agosto, mais de 1.000 estudantes de cinco unidades escolares da Prefeitura do Rio espalhadas por toda a cidade foram presenteados com visitas de autoras renomadas que falaram sobre a importância da leitura, divulgaram suas histórias e motivaram estudantes e professores a participarem do maior evento literário do país. Foi a Bienal nas Escolas, ação que proporcionou uma experiência única para alunos das escolas municipais. Miriam Leitão, Thalita Rebouças, Nathalia Arcuri, Letícia Braga e Ana Maria Machado trocaram experiências em cinco manhãs com crianças de idades entre 4 e 15 anos de idade. Além do encontro, os estudantes realizaram atividades pedagógicas baseadas nas obras mais conhecidas das autoras. O projeto é uma iniciativa da Secretaria Municipal de Educação e da organização da Bienal, em parceria.

Mais incentivo à leitura

Além de estar presente na Bienal do Livro para receber e orientar alunos, professores e servidores e realizar parcerias diversas, como a Bienal nas Escolas, a SME promove, tradicionalmente, outros projetos de leitura, como a visita de autores e multiplicadores culturais nas unidades da rede municipal e a aquisição de títulos para compor o acervo das 1.540 creches, Espaços de Desenvolvimento Infantil e escolas. Também recebem obras diversificadas o Centro de Referência de Educação de Jovens e Adultos, o Instituto Helena Antipoff, a Escola de Formação Paulo Freire, a Sala de Leitura Lourenço Filho, que funciona no prédio central da Prefeitura do Rio, e as 14 Bibliotecas Escolares Municipais distribuídas por todas as regiões da cidade. 




56_INSTANCE_en5I 56_INSTANCE_en5I p_p_id_56_INSTANCE_en5I_


Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro - Rua Afonso Cavalcanti, 455 - Cidade Nova - 20211-110