Bailarino de 10 anos da Prefeitura do Rio é selecionado para concurso de dança na Flórida

14/08/2019 10:00:00


Estudante da rede municipal sonha com oportunidade para alavancar carreira no exterior

O estudante Bernardo Régis, de 10 anos, do 4º ano da Escola Municipal Rosa do Povo, no Tanque, recebeu uma ótima notícia na terça-feira, 6/8: foi selecionado para o concurso de dança "American Dance Competition", que ocorre entre os dias 28 de março e 2 de abril de 2020 na cidade de San Petersburg, na Flórida. Dedicado, o aluno exemplar da unidade escolar da zona oeste do Rio vem melhorando sua aptidão dia a dia com uma bolsa de estudos integral na Companhia de Dança Alice Arja, que o selecionou após notar sua desenvoltura no palco durante uma mostra de Dança da Secretaria Municipal de Educação.

Desde então, Bernardo vem conquistando prêmios valiosos em sua ainda curta carreira de bailarino. No ano passado, por exemplo, surgiu o primeiro convite para ir competir com crianças de todo o mundo nos Estados Unidos, feito que se repetiu em 2019. Apesar dos esforços da sua mãe, a manicure Carla Mendes, de 39 anos, para garantir que o sonho do dançarino se cumprisse, não foi possível levar Bernardo para a Flórida.

Ao longo 11 meses, Carla vendeu canetas e rifas na rua e mobilizou uma campanha coletiva de arrecadação para realizar o sonho da vida do seu filho. Alunos e professores da Escola Municipal Rosa do Povo reconheceram o talento do menino, ajudando a montar as campanhas em prol da viagem. Na época, Bernardo conseguiu juntar mais de R$ 20 mil. O montante foi aplicado no passaporte e visto americano do filho e da mãe, documentos obrigatórios para acesso aos Estados Unidos. Infelizmente, após o pagamento prévio, o visto foi negado por três vezes seguidas e Bernardo perdeu a oportunidade.

— O que me deixou feliz foi saber que não foi tudo em vão. Conseguimos garantir a tempo um curso de férias de 16 dias para o Bernardo na Flórida, oferecido pelo Miami City Ballet. Eles reconheceram que meu filho merecia essa oportunidade. Uma amiga minha que tinha visto americano viajou com ele e usamos o dinheiro arrecadado para custear as passagens, hospedagens, alimentação e translado dele. Como estou desempregada, não dou conta de pagar tudo isso, mas acredito no sonho do meu filho e não vou deixá-lo desistir — disse a mãe de Bernardo.

A nova chance do bailarino será daqui a sete meses, mas Carla já está se mobilizando através de uma nova campanha e de outras vendas informais apoiadas pela Escola Municipal Rosa do Povo para garantir que ele possa participar do "American Dance Competition" de 2020. Para Bernardo Régis, essa pode ser a chance de conquistar um lugar especial no mundo da dança, se destacando na multidão através da sua arte.
— O sonho não tem limites. Por isso, vou continuar sonhando em ser um grande bailarino — postou o menino em uma rede social.

Quem quiser colaborar com a ‘vaquinha virtual' para ajudar o jovem aluno a realizar o sonho de se tornar bailarino deve entrar no link http://vaka.me/676081.




56_INSTANCE_en5I 56_INSTANCE_en5I p_p_id_56_INSTANCE_en5I_


Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro - Rua Afonso Cavalcanti, 455 - Cidade Nova - 20211-110