Subsecretaria de Serviços Compartilhados
Dicas para aproveitar o carnaval sem prejudicar a saúde

07/02/2018 16:26:00


O carnaval está chegando e não podemos nos esquecer dos cuidados com a saúde no período mais alegre do ano.  Para auxiliar nesta missão a Dra. Denise Bernardes, que atua na Coordenadoria de Perícias Médicas desde 1995, preparou dicas importantes para que os servidores foliões aproveitem a festa com energia e sem prejudicar a saúde. A servidora é formada em Clínica Médica com especialização em Medicina do Trabalho e Infectologia.Confira abaixo as principais orientações destacadas pela profissional de saúde:

 

Cuidados com a pele:

- Evitar exposição ao sol entre 9h e 15h. Usar sempre protetor solar além de bonés ou chapéus.

- Para manter a pele hidratada, procure se banhar várias vezes, seja na praia ou piscina, lembrando sempre de reaplicar o protetor solar após cada mergulho.

- Nunca dormir com a maquiagem no rosto. Lembre-se de lavá-lo sempre antes de deitar, removendo toda a maquiagem.

 

Cuidados com a alimentação e hidratação:

- Procure consumir alimentos leves como frutas, legumes e verduras. Peixe, frango e massas com molho feito a partir de ingredientes naturais também são indicados.

- Evite consumir condimentos industrializados.

- Frituras e outros alimentos gordurosos dificultam a digestão, procure evitá-los.

- A água deve ser a companheira inseparável, bem como sucos leves, mate e chá gelados.

- Beber grande quantidade de água após ingestão de bebidas alcóolicas ajudam a reduzir os efeitos do álcool no organismo.

- E lembre-se sempre: Se beber, não dirija!

 

Cuidados com o vestuário:

- Use roupas leves e confortáveis, dê preferência aos tecidos frescos que facilitem a transpiração.

- Procure utilizar bolsas pequenas e carregue apenas o necessário. Mas nunca se esqueça de guardar um lugar para sua garrafinha de água!

- Nas crianças menores de idade, utilize pulseiras de identificação com informações para que possam ser facilmente localizadas caso elas se percam.

 

Cuidados com a questão sexual:

- O procedimento mais indicado para evitar a transmissão de doenças sexualmente transmissíveis (DSTs) é o uso de camisinha nas relações sexuais. O Ministério da Saúde distribui nas festas de rua e também em postos de saúde de todo o país preservativos masculino e feminino. (fonte: http://www.brasil.gov.br/saude/2017/02/confira-dicas-para-cuidar-da-saude-durante-a-folia).

 

 

Mais dados sobre o assunto:

 

     Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS) em 2015 havia cerca de 1,1 bilhão de pessoas em todo o mundo estavam infetadas por alguma DST, sem contar a AIDS. Destas, cerca de 500 milhões de pessoas estavam infetadas com sífilis, gonorreia, clamíada ou tricomoníase. Para além destas, cerca de 530 milhões de pessoas estavam infetadas com herpes genital e 290 milhões de mulheres com VPH. Excluindo a Aids, no mesmo ano (2015) 108 mil morreram de alguma DST.

 

    Neste carnaval o Ministério da Saúde quer distribuir em todo o país 74 milhões preservativos masculinos e 3,1 milhões femininos. Além disso, se uma pessoa tiver uma relação sexual desprotegida em que suspeite de risco para o HIV, pode procurar qualquer uma das mais de 40 mil Unidades Básicas de Saúde (UBS) do MS, distribuídas pelos 5.570 municípios dos 26 estados, para um teste rápido que tira a dúvida e permite, se for o caso, o início rápido do tratamento. Isso quer dizer que, em até no máximo 72 horas após a relação, se a camisinha rompeu ou deixou de ser usada, a pessoa pode buscar o atendimento e terá atendimento gratuito. Uma pesquisa divulgada pelo Ministério da Saúde em dezembro do ano passado mostra que houve aumento de 4% no número de casos de HIV em 2016 no país. Foram 37.884 casos, ante 36.360 em 2015. A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que quase 360 milhões de novas infecções sexualmente transmissíveis surgem a cada ano no mundo, de quatro tipos principais:  clamídia, gonorreia, sífilis e tricomoníase.

 

   Mais de 7 milhões de preservativos serão distribuídos no carnaval na cidade do Rio de Janeiro este ano. Parte será entregue pela Coordenadoria Especial da Diversidade Sexual e a Secretaria Municipal de Saúde, que disponibilizaram 3 milhões de preservativos masculinos, 200 mil preservativos femininos e 400 mil unidades de gel lubrificante, e os demais pela Secretaria de Estado de Saúde do Rio de Janeiro, que distribuirá cerca de 4 milhões de preservativos masculinos.      

 

   A Subsecretaria de Serviços Compartilhados deseja um bom carnaval aos servidores da prefeitura e que todos sigam as recomendações de cuidados com a saúde do corpo para curtir bastante a folia.

 

 

Fontes:http://conteudomedico.com.br/noticias/calendario/2018/01/no-carnaval-explodem-casos-de-dsts--635.html

http://agenciabrasil.ebc.com.br/geral/noticia/2018-01/mais-de-7-milhoes-de-preservativos-serao-distribuidos-no-carnaval-do-rio