Subsecretaria de Serviços Compartilhados
Servidora conta sua história após câncer de mama

Conheça Olívia Nascimento da IplanRio


31/10/2017 16:41:00


Outubro está chegando ao fim e com ele a campanha mundial de controle do câncer de mama. Em todo o país, diversas ações foram realizadas com o objetivo de promover a conscientização sobre a doença. A Subsecretaria de Serviços Compartilhados, através da Gerência de Valorização e Capacitação do Servidor (GVCS), convidou a todos os servidores para também apoiarem o movimento usando uma peça de cor rosa no dia 10 de outubro. Os participantes registraram a participação através de fotos que foram enviadas ao e-mail da GVCS acompanhadas de uma frase sobre a importância do tema.

 

Foram várias mensagens recebidas, relatos de professores trabalhando o tema nas escolas, servidores escrevendo poesias e um relato especial também se destacou entre as muitas mensagens. Tratava-se da servidora da IplanRio Olívia Nascimento, que relatou sobre a sua luta contra o câncer de mama. Esta história não é só importante para Olívia, e sim para todos aqueles que precisam ter consciência da importância de se prevenir e cuidar da saúde.

 

Olívia recebeu o diagnóstico em setembro de 2016. De lá pra cá, passou por duas cirurgias e diversas sessões de quimioterapia e radioterapia. De licença desde novembro do ano passado, ela conta emocionada como os amigos a ajudaram a superar os momentos mais difíceis, "quando raspei a cabeça, minha equipe da IplanRio e os funcionários do prédio onde moro também rasparam, não tenho nem palavras para descrever como isso me deu forças, eles são incríveis".

 

A técnica de apoio computacional contou também com as redes sociais para não se abater. "Usei o meu perfil do Facebook para fazer um diário, contava todos os passos do tratamento e percebi que isso também estava auxiliando outras pessoas, foi maravilhoso, ajudou muito na parte psicológica", relata. As redes sociais também ajudam no encontro de pessoas que buscam por assuntos como este, e é um meio eficiente de trocar informações, conhecer pessoas que se ajudam e multiplicar formas de conscientizar sobre como cuidar da saúde. Olívia percebeu que a ferramenta foi útil para ambos os lados, e fica satisfeita em ver a quantidade de pessoas atingidas pelos seus relatos durante o tratamento.

 

Hoje, ela comemora o sucesso do tratamento e alerta sobre a importância do diagnóstico precoce, "o mais importante é ser preventivo, sempre ia ao médico e fazia todos os exames, esse é o grande segredo para a cura", conta Olívia que diz também se manter ativa com aulas de natação e musculação para ter ainda mais saúde.

 

Para a servidora, além da prevenção, ser otimista é fundamental para superar a doença, "quando recebi o diagnóstico, levei um grande susto, pensei em morte, mas não é assim, precisamos buscar a nossa fé e acreditar que é possível passar pelo câncer e vencê-lo". Olívia pensa com otimismo sobre o fim do tratamento e o retorno ao trabalho. Torce que em breve receba a alta e possa voltar à prefeitura, pois o convívio com os colegas e a rotina de trabalho também a farão muito bem.

 

O câncer de mama é o tipo da doença mais comum entre as mulheres no Brasil e no mundo, respondendo por cerca de 25% dos casos novos a cada ano. Especificamente no Brasil, esse percentual é um pouco mais elevado e chega a 28,1%. Sem considerar os tumores de pele não melanoma, esse tipo de câncer é o mais frequente nas mulheres das Regiões Sul, Sudeste, Centro-Oeste e Nordeste. (Fonte: http://www.inca.gov.br)

 

A Subsecretaria de Serviços Compartilhados agradece a participação de todos os servidores que enviaram as fotos e frases para a campanha #vouderosa e, especialmente à Olívia Nascimento, que compartilhou da sua experiência após diagnosticada com o câncer de mama. Desejamos que o retorno dela seja breve à Prefeitura do Rio e sua satisfação e alegria em retornar se multipliquem a cada dia.

 

Olívia antes de iniciar o tratamento

 

 

Recebendo o apoio dos funcionários do prédio

 

 

Equipe da IplanRio

 

 

Em outubro de 2017, na campanha #vouderosa