Estrutura


 

Paulo Amendola
Secretário

 

Coronel PM reformado, o secretário municipal de Ordem Pública é formado em Direito e construiu uma carreira diferenciada na área de segurança pública. Entre as principais atuações, passou por diversas unidades da PM, Secretaria de Estado de Segurança e Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro. No operacional, Paulo Amendola criou o Bope (Batalhão de Operações Especiais), unidade que comandou por dois anos. Em sua primeira passagem pela Prefeitura do Rio, implantou a Guarda Municipal por ele comandada de 1993 a 2000. Em seguida, fundou e presidiu o Conselho Nacional das Guardas Municipais, presidindo também a Associação Fluminense das Guardas Municipais.

 

Como resultado das expressivas realizações na segurança pública, Paulo Amendola prestou uma série de consultorias e foi comentarista em diversos veículos de comunicação. Nos livros "Segurança Pública: a proposta de como aumentar a capacidade preventiva da Polícia" e "A Administração Municipal e a Segurança Pública", registrou parte de sua experiência que lhe rendeu reconhecimentos como as medalhas Pedro Ernesto (maior insígnia da Câmara Municipal do Rio de Janeiro) e Tiradentes (mais alta comenda da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro). 

 

 

Subsecretário de Operações
Luis Claudio Laviano
 
 
Subsecretário de Gestão
Robero Fernandes
 
 
Subsecretário de Defesa Civil
Edson da Silva
 
 
Órgãos vinculados:
 
Centro de Operações Rio (COR) – Chefe-executivo (interino) - Rodrigo Bissoli
 
Coordenadoria Especial de Transporte Complementar (Ctec) – Coordenador Claudio Ferraz
 
Coordenadoria de Fiscalização de Estacionaentos e Reboques (Cfer) – Coordenador Thiago Neves Bezerra
 
Coordenadoria de Apoio Aéreo – Coordenadora Valéria Olivieiri
 
Guarda Municipal  do Rio de Janeiro (GM Rio) – Inspetora regional Tatiana Mendes 
 
Defesa Civil do Rio de Janeiro – Subsecretário Edson da Silva 
 



Serviços Serviços

 

Diário Oficial do Município do Rio de Janeiro