Areia Carioca:

 

 

 

Criado para avaliar a evolução da qualidade das areias das praias, o Monitoramento da Qualidade das Areias das Praias do Município do Rio de Janeiro é uma ferramenta de gestão municipal para a orla marítima e objetiva diagnosticar a qualidade das areias das praias, contribuindo para assegurar as condições necessárias à recreação de contato primário propiciada pelas praias cariocas.

 

As amostras de areia são coletadas em 35 pontos de praias e no Piscinão de Ramos a cada 15 dias e são encaminhadas para laboratório credenciado e, após análise bacteriológica, é emitido um boletim com os resultados obtidos e a classificação da areia quanto à sua qualidade.

 

Para efetuar esta avaliação, o Município do Rio de Janeiro estabeleceu a Resolução SMAC Nº 468, de 28 de janeiro de 2010, que classifica as areias das praias em "recomendável" e "não recomendável". Esta classificação utiliza como indicador de qualidade as bactérias do grupo coliforme, que estão diretamente associadas ao lixo e às fezes de animais de sangue quente.

 

O monitoramento também atende ao Plano Nacional de Gerenciamento Costeiro, que visa especificamente a orientar a utilização racional dos recursos da zona costeira, dando prioridade à conservação e proteção das praias (dentre outros bens) que são bens públicos de uso comum do povo.

 

 

Resolução SMAC Nº 468/2010

 

 

 

Consulte os Boletins de Avaliação de Qualidade das Areias das Praias:

 

 

 

Ano - 2018

 

Ano - 2017

 

Ano - 2015

 

Ano - 2014


Ano - 2013

 

Ano - 2012

 

Ano - 2011

 

Ano - 2010



Serviços Serviços