Certificação das Unidades de Saúde:

Conjunto de ações e providências que devem ser realizadas, pela Unidade de Saúde, para que se possa fazer o processo de treinamento e implantação do sistema Prontuário Carioca.

 

Infraestrutura:

1. Ver o dimensionamento (vide ao lado) das necessidades realizado pela S/ATI, em conjunto com a IPLANRIO, com os profissionais de TI e infraestrutura das Unidades de Saúde.

 

2. Disponibilizar:

 

- Sala para treinamento (com onze computadores);

 

- Rede de dados;

 

- Rede elétrica;

 

- Computadores instalados;

 

- Impressoras instaladas;

 

- Cartuchos de tinta ou toner (para quem tem impressoras próprias);

 

- Papel A4 e/ou formulário contínuo;

 

- Etiquetas térmicas para impressão de código de barras, no laboratório de patologia clínica (Etiqueta térmica em rolo, tamanho 60mm x 40mm);

 

- Colocação de cartazes de orientação aos usuários sobre o Prontuário Carioca para Dispositivos Móveis (PCDM).

 

 

Treinamento:

 

1. Organizar os Profissionais de Saúde que serão treinados para uso do Prontuário Carioca, tanto por EAD quanto presencial. Saiba mais sobre a Certificação de Profissionais de Saúde.

 

2. Organizar os profissionais das recepções, que serão treinados para utilização da tela para pré-cadastramento do usuário no Prontuário Carioca para Dispositivos Móveis.

 

3. As unidades são responsáveis pela divulgação de como e onde fazer os treinamentos!

 

 

Organização do processo de transição:

1. FUNDAMENTAL: Planejar a organização dos processos de trabalho
com os chefes de clínicas!

 

2. Definir os líderes do Prontuário Carioca para acompanhamento do processo de transição/evolução.

 

 

Implantação:

Desenvolvimento e acompanhamento do trabalho cotidiano com suporte de multiplicadores.

A certificação da Unidade de Saúde será fornecida quando toda a infraestrutura tiver sido providenciada, assim como a realização completa do ciclo de treinamento e implantação.