Empresa de Turismo do Município do Rio de Janeiro - RIOTUR
Segurança no turismo do Rio

18/10/2017 17:50:00


         

           A Riotur está em busca da captação de recursos para viabilizar o projeto Turista Presente, no Rio. Preocupada com as questões de segurança na cidade, que já se mostrou capacitada em receber seus turistas, a Riotur planeja a criação do Grupamento Integrado de Atendimento ao Turista (GIAT), ou apenas Turista Presente. O objetivo do projeto é patrulhar e monitorar 18 áreas da cidade que se encontram em rotas turísticas e precisam da atenção no município. Nos mesmos moldes das operações Segurança Presente, já presente em diversos bairros da cidade, o programa consiste em arrecadar recursos da iniciativa privada para custar cerca de 500 agentes para o efetivo visando a segurança dos locais indicados.

 

               — Estamos buscando parceiros na iniciativa privada — disse o presidente da Riotur Marcelo Alves. — É importante termos um grupamento focado nas áreas turísticas. Precisamos dar uma resposta à violência nas regiões mais visitadas do Rio.

 

                O intuito da Riotur é trazer cada vez mais segurança aos visitantes do Rio através do novo projeto que custaria cerca de R$ 25 milhões por ano para a empresa interessada. Os agentes da guarda municipal e das polícias militar e civil atuam em esquema de segundo emprego. O plano é que o projeto passe a atuar nas praias da Barra da Tijuca, Recreio, Leblon, Ipanema, Arpoador, Leme, Copacabana e em outros pontos como Floresta da Tijuca, Corcovado, Jardim Botânico, Lapa, Pão de Açúcar, Maracanã, Boulevard Olímpico, sem contar nos principais acessos da cidade como a Rodoviária Novo Rio e os aeroportos Santos Dumont e Internacional do Galeão.

 




Serviços Serviços