56_INSTANCE_2Nrx 56_INSTANCE_2Nrx p_p_id_56_INSTANCE_2Nrx_
p_p_id_56_INSTANCE_S0gv_
O  Meu  RIO
Verena Andreatta

Verena Andreatta

Quando se mudou aos 11 anos para o Rio de Janeiro, acompanhada dos pais e dos cinco irmãos, Verena Andreatta se encantou pela amplitude dos espaços públicos. Moradora de Ipanema, a menina ficava fascinada, não só com a praia, mas também com locais como o Jardim de Alah e a Praça Nossa Senhora da Paz. Pontos de encontro da população: amplos, arborizados e generosos. Um olhar que acompanhou a curitibana de nascimento e carioca de coração pela sua vida profissional. Arquiteta e urbanista, doutora em Urbanismo e Ordenação do Território pela Universidade Politécnica da Catalunha, em Barcelona, Verena dedicou boa parte da sua carreira a tornar os espaços públicos áreas de boa convivência e do bem viver. Ela fez parte dos principais projetos urbanísticos das últimas décadas e foi uma das responsáveis, quando secretária Municipal de Urbanismo, pela conquista da titulação de primeira Capital Mundial da Arquitetura para o Rio de Janeiro. "O Rio é a síntese da arquitetura brasileira e também da internacional porque traz uma mescla única de todos os estilos existentes, desde o período colonial até o moderno e contemporâneo. Temos e sempre tivemos grandes arquitetos que souberam entender o espaço que estava sendo projetado", afirma Verena.

1. Parque do Flamengo, "combinação harmoniosa num parque urbano com uma estrutura viária eficiente, paisagismo original e incomparável e arquiteturas simbólicas."

2. Conjunto do Pedregulho do arquiteto Affonso Eduardo Reidy, "projeto pioneiro de habitação popular com bloco principal contornando o morro e integrando às moradias escola, ginásio, centro de saúde, mercado, lavanderia."

3. Igreja da Glória, "tão belamente encaixada no alto de promontório."

4. Parque Guinle, "projeto urbanístico de L. Costa, inovador, com edifícios residenciais dispostos ao redor dos jardins (3 de sua autoria) e outros quatro projetados pelos irmãos Roberto conferem personalidade e imagem arquitetônica única."

5. Palácio Capanema - "prédio do Ministério de Educação e Cultura, visita obrigatória para todos profissionais da arquitetura e urbanismo. Obra prima arquitetônica do movimento moderno o edifício foi projetado por equipe de arquitetos formada por O. Niemeyer, J. Machado Moreira, Affonso E. Reidy, Carlos Leão, E. Vasconcelos e jardins de Burle Marx e teve a participação de Le Corbusier."

  • 1. Parque do Flamengo, "combinação harmoniosa num parque urbano com uma estrutura viária eficiente, paisagismo original e incomparável e arquiteturas simbólicas." Foto: Pedro Kirilos|Riotur

    1 2
  • 2. Conjunto do Pedregulho do arquiteto Affonso Eduardo Reidy, "projeto pioneiro de habitação popular com bloco principal contornando o morro e integrando às moradias escola, ginásio, centro de saúde, mercado, lavanderia." Foto: Michel Filho|Prefeitura do Rio

    2 2
  • 3. Igreja da Glória, "tão belamente encaixada no alto de promontório." Foto: Michel Filho|Prefeitura do Rio

    3 2
  • 4. Parque Guinle, "projeto urbanístico de L. Costa, inovador, com edifícios residenciais dispostos ao redor dos jardins (3 de sua autoria) e outros quatro projetados pelos irmãos Roberto conferem personalidade e imagem arquitetônica única." Foto: Alexandre Macieira|Riotur

    4 2
  • 5. Palácio Capanema - "prédio do Ministério de Educação e Cultura, visita obrigatória para todos profissionais da arquitetura e urbanismo. Obra prima arquitetônica do movimento moderno o edifício foi projetado por equipe de arquitetos formada por O. Niemeyer, J. Machado Moreira, Affonso E. Reidy, Carlos Leão, E. Vasconcelos e jardins de Burle Marx e teve a participação de Le Corbusier." Foto: Michel Filho | Prefeitura do Rio

    5 2
56_INSTANCE_S0gv 56_INSTANCE_S0gv p_p_id_56_INSTANCE_S0gv_

veja mais entrevistas

p_p_id_56_INSTANCE_YYn3_
 
Realização
 
 
Promoção
Parceiro Institucional
 
p_p_id_56_INSTANCE_5UGa_
 
CONTATO COMITÊ ORGANIZADOR RIO 2020
PREFEITURA DO RIO NAS REDES SOCIAIS