Procon Carioca descarta mais de cem quilos de alimentos

12/04/2010 17:02:00


Supermercado vendia esfirras vencidas desde maio

 

Fiscais do Procon Carioca notificaram, este mês, seis estabelecimentos de alimentação por descumprirem normas do Código de Defesa do Consumidor. Os agentes descartaram 116 Kg de alimentos impróprios para consumo. 

 

 

Segundo a presidente do Procon Carioca, Márcia Mattos, os fiscais foram a esses estabelecimentos depois de denúncias que chegaram ao órgão. “O consumidor é o nosso maior aliado nessa luta na defesa dos seus direitos. E nossas redes estão à sua disposição para o registro de queixas de desrespeito ao Código de Defesa do Consumidor (Facebook e twitter do Procon Carioca e telefone 1746)”, disse Márcia Mattos. 

 

 

No MultiMarket, na Estrada da Pedra, na Pedra de Guaratiba, foram encontrados produtos mal acondicionados, sem identificação da validade, da fabricação e com a temperatura acima da indicada pelo fabricante. Também foi constatada falta de higiene na padaria, no açougue, e lixeiras estavam sem pedal. Ao todo, 73,690 kg de produtos impróprios para consumo foram descartados, entre 40 Kg de carne, 20 de laticínios, massa e creme para pão doce. 

 

 

No supermercado SuperPrix, na Rua Barão de Mesquita, no Andaraí, a notificação foi motivada por produtos sem preço, vencidos, sem identificação de origem, fabricação e validade, embalagem violada, ralos quebrados, portas da padaria e do setor de frios abertas e travadas e lixeiras quebradas. Ao todo 6,828 quilos de alimentos foram descartados, inclusive esfirras com data de validade de maio deste ano. 

 

 

Na padaria Nossa Senhora da Soledade, na Avenida Marechal Fontenelle, em Magalhães Bastos, foram descartados 26,201 quilos de alimentos: amendoim, granulado, cereja em calda, recheio para pizza, salame e fermento.  Entre os 14,521 litros de cerveja que tiveram de ser descartados, havia lote com validade de dezembro de 2017. O estabelecimento foi notificado pela ausência de informações da data de validade, embalagem diversa da original e produtos com a validade vencida. 

 

 

O supermercado Campeão, na Rua Barão do Bom Retiro, no Engenho Novo, foi notificado por apresentar produtos sem preço, sem datas de fabricação, validade e origem, e em armazenamento impróprio, com temperatura acima da recomendada pelo fabricante, além de ralos quebrados. Lá, foram descartados 9,776 quilos de alimentos.

 

 

No Habib's da Rua Tirol, na Freguesia, a presença de lixeira com pedal quebrado, ralos sem tela de proteção e quebrados, produtos manipulados sem identificação e certificado de potabilidade da água vencido levaram à notificação. 

 

 

No Supermarket da Estrada da Matriz, na Pedra de Guaratiba, a notificação foi motivada pela presença de lixeiras com tampas quebradas e sem pedal, tábuas de polietileno com presença de poros e ausência de telas de proteção nos ralos.

 

 

Na Estraddo Campinho, em Campo Grande, o Craque do Pão foi orientado a se adequar às normas consumeristas quanto à higiene, à validade, ao armazenamento, ao preço, à segurança, à oferta, às lixeiras, à informação clara e à documentação. 

 

 

Estabelecimentos sem irregularidades: 

-  SuperPrix, na Rua Barão do Bom Retiro, no Engenho Novo;

- Prezunic, na Estrada de Jacarepaguá, na Freguesia.


Imagens relacionadas: