Programa de Saúde Vocal do Professor celebra o Dia Mundial da Voz

16/04/2018 10:43:00


Para comemorar o Dia Mundial da Voz (16 de abril), o Programa de Saúde Vocal do Professor (PSVP) preparou uma programação especial para os servidores municipais. Nesta quarta-feira (18), as fonoaudiólogas participarão do projeto "Quarta com especialista", promovido pela Gerência de Valorização e Capacitação do Servidor (GVCS), apresentando a palestra Comunicação Eficiente. O evento está marcado para as 10h30, no auditório do Centro Administrativo São Sebastião (CASS). Os interessados podem se inscrever até o dia 17, clicando aqui.

 

A palestra será ministrada pela fonoaudióloga do programa, Isabela Poli, que falará sobre a voz como parte do processo de comunicação.

 

"Vamos abordar esse contexto, mostrando os cuidados necessários à manutenção da qualidade da voz e dando dicas de como prepará-la para situações específicas como apresentações e reuniões", explica Isabela.

 

Nesta terça-feira (17), a equipe do projeto estará no pátio do CASS para apresentar o programa aos servidores e divulgar a palestra.

 

Ainda em comemoração ao Dia Mundial da Voz, será lançada a entrevista gravada com a coordenadora do PSVP, Julianna Ferrer, para o Canal Saúde da Fiocruz. No programa, Julianna falou sobre práticas que ajudam a evitar a rouquidão e da necessidade de se investigar as causas do problema quando ele se estende por um grande período. Confira a entrevista completa aqui.

 

 

Sobre o Programa de Saúde Vocal do Professor

 

Criado em 2003, o programa é fruto de ação conjunta entre a Subsecretaria de Serviços Compartilhados (sob responsabilidade da GVCS) e as secretarias municipais de Educação e de Saúde. O PSVP tem como objetivo promover a saúde da voz dos professores da rede, diminuindo afastamentos por licenças e readaptações causados por alterações vocais.

 

O grupo é formado por dezesseis fonoaudiólogas, sendo 12 em atuação nas Coordenadorias Regionais de Educação (CREs) com treinamentos e tratamentos vocais, e outros quatro na Coordenadoria de Perícia Médica, que funciona na sede do Centro Administrativo São Sebastião (CASS).

 

Em oficinas teórico-práticas e em atendimento fonoaudiológico individualizado, a equipe busca conscientizar e capacitar o professor para usar de maneira plena e contínua a sua voz, tornando sua comunicação mais eficiente tanto em sala de aula quanto fora dela.