Conheça a professora Lucineia, que abraçou o Outubro Rosa com sua turma

17/10/2017 15:46:00


 
 
Professora da rede pública de ensino há 14 anos, Lucineia Alves leciona Ciências e Matemática no Ginásio Experimental Olímpico de Santa Teresa (GEO Santa Teresa) desde 2014. Esse ano, ela viu no Outubro Rosa uma oportunidade para levar o conhecimento compartilhado com os alunos para além da porta da sala de aula.
 
"Sempre procuro trazer para as aulas um conteúdo que o aluno consiga atrelar ao seu cotidiano, para que ele possa enxergar onde aquele conhecimento será aplicado", conta a professora.
 
Durante o mês dedicado à conscientização sobre o câncer de mama, Lucineia coordenou o trabalho de duas turmas do oitavo ano, que movimentaram a escola com várias iniciativas de incentivo à prevenção e informações sobre a doença.
 
  
 
 
Como surgiu a ideia de incluir a prevenção contra o câncer de mama no conteúdo das aulas?
 
Ainda em 2016, meus alunos do sétimo ano sugeriram que abordássemos esse tema. Como estudaríamos o corpo humano em profundidade no oitavo ano, adiamos um pouco a ideia. Em setembro eles começaram a estudar o tema, e durante o Outubro Rosa nós iniciamos a campanha dentro do GEO Santa Teresa.
 
  
 
E como funcionou o trabalho dos seus alunos dentro da escola?
 
Os alunos entraram nas salas com cartões informativos, e explicaram para as outras turmas tudo que eles aprenderam sobre o assunto. Notamos que os outros alunos da escola tinham um nível básico de informação sobre a doença, o que é normal, e só reforça a importância da campanha.
 
 
 
Quem era o público-alvo do trabalho?
 
O público-alvo inicial eram os próprios alunos, e a ideia era que eles multiplicassem a informação para os funcionários da escola e para os pais, o que aconteceu. O resultado foi muito legal, os alunos se envolveram muito. Foram eles próprios, por exemplo, que ressaltaram que seria importante conversar também com os funcionários homens do colégio.
 
  
 
Qual é a próxima ação do Outubro Rosa no GEO Santa Teresa?
 
Na sexta-feira, os alunos das minhas duas turmas virão com camisas rosas para fazer uma foto e reforçar a mensagem da campanha. E o assunto também será abordado na próxima reunião de pais.
 
   
 
O que você achou do concurso #VoudeRosa?
 
Adorei a iniciativa do concurso, isso movimenta as pessoas e ajuda a aumentar a repercussão do nosso trabalho aqui na escola. A incidência de câncer de mama no Brasil é alta, e a descoberta no início aumenta muito a chance de cura. Por isso trabalhar a prevenção e o autoexame é muito positivo. Eu mesma fiz uma mamografia recentemente e conversei sobre isso com os alunos.