Plano Estratégico
 
É a partir destas diretrizes e metas que pretendemos governar o Rio pelos próximos anos. Mas é importante você saber que este é um documento base, o qual queremos discutir com você, carioca, que tem muito a dizer sobre a cidade onde vive. Um plano estratégico não é feito apenas por um Governo. Ele deve envolver toda a população. De moradores de comunidades a empresários. De associações de bairros a entidades de classe. Do comércio e da indústria às organizações não-governamentais. Todos têm o que ensinar e o que aprender. E o bom Plano Estratégico é aquele em que os cidadãos podem deixar sua impressão digital. 
 
Queremos que ele seja marcado pela participação, pelas sugestões, pelo envolvimento do carioca, rumo a um objetivo comum: tornar o Rio um lugar melhor para se viver. Preservando sua cultura irreverente e sua vocação econômica criativa e global. Mas devolvendo a cidade às pessoas, que não suportam mais as desigualdades sociais e espaciais, os serviços de má qualidade, como a saúde e a educação; e a violência, que explodiu em índices intoleráveis. Temos também que lembrar que este é um momento de crise. E é em períodos assim que o planejamento se faz ainda mais estratégico. As metas a seguir foram influenciadas pela visão de austeridade da gestão Crivella. O foco é combater desperdícios e evitar custos extraordinários. É por isso que, pela primeira vez, o Plano Estratégico está sincronizado com os instrumentos de planejamento financeiro previstos no Plano Plurianual (PPA).
 
Estamos ainda pensando no futuro. Daí a visão conjunta deste documento com o Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano e Sustentável; e com o Plano de Desenvolvimento Sustentável, que traça a visão da cidade para 2030, de acordo com os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas. Desenvolvemos, dessa forma, algumas diretrizes que nos inspiram a pensar o Rio como cidade verde, inovadora, limpa, inclusiva, produtiva, resiliente, segura, conectada e saudável.
 
Gostaríamos ainda de dizer que este é um Plano feito pelos servidores da Prefeitura do Rio, sob a coordenação da Subsecretaria de Planejamento e Gestão Governamental. Não foram contratadas consultorias terceirizadas. Um corpo técnico competente, formado por funcionários de várias secretarias, trabalhou dia e noite, sempre atuando de maneira colaborativa e horizontal. Convidamos todos a pensar sobre aquilo que queremos conservar e aquilo que queremos mudar. O Rio tem muitas coisas boas. E outras tantas que estão fora do lugar.
 
Participe. Somos todos planejadores desta cidade.

Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro - Rua Afonso Cavalcanti, 455 - Cidade Nova - 20211-110