Diário Oficial do Município do Rio de Janeiro

 

 


 

Dados apontam redução de até 38% em crimes em Copacabana e Leme com o Rio+Seguro

24/07/2018 12:21:00  » Autor: Foto: Edvaldo Reis


O prefeito Marcelo Crivella apresentou, nesta terça-feira (24/07), no Centro de Operações Rio (COR), um levantamento que aponta redução de até 38% em casos de furtos de rua e roubos e furtos de veículos e de 16% nos roubos a pedestres, de celular e em coletivo nos bairros de Copacabana e Leme nos primeiros seis meses de funcionamento do Rio+Seguro, programa pioneiro da Prefeitura em apoio à segurança pública. A ação naquela região, coordenada pela Secretaria de Ordem Pública (Seop), com participação de sete órgãos municipais e reforço da Polícia Militar (PM), tem como objetivo combater crimes e promover o ordenamento urbano.

 

A fiscalização sobre atividade econômica (ambulantes e comércio em geral) e estacionamento irregular e o acolhimento a pessoas em situação de rua reduziram em até 52% o volume de queixas da população sobre esses assuntos na Central de Atendimento 1746.

 

 

"É uma integração da Polícia Militar com a Guarda Municipal, e há uma queda enorme nas reclamações no 1746 naquela região, e a tendência nossa é estender isso para outras áreas onde a insegurança incomoda muito as pessoas. Vale lembrar também que os investimentos são de R$ 800 mil por mês, o que, pelos resultados obtidos, não são impeditivos de expandi-los para outras áreas", afirmou Crivella.

 

Antes do Rio+Seguro, em novembro do ano passado (mês que antecede a implantação do programa), Copacabana e Leme registraram 675 casos de furtos em geral (exceto de veículos), número que caiu para 423 em maio deste ano. A redução aconteceu também nos casos de roubo e furto de automóveis (de oito para cinco), no mesmo período, e nos de roubo a pedestres, de celular e em coletivo (82 em novembro de 2017 e 69 em maio de 2018). Na época anterior ao Rio+Seguro, alguns desses indicadores apresentavam crescimento: furtos em geral, 7%; roubos a pedestres, 11%.

 

O levantamento da Seop foi feito com base em dados do Instituto de Segurança Pública (ISP) e do serviço 1746. Entre dezembro de 2017 e maio de 2018, os seis meses iniciais do Rio+Seguro, Copacabana e Leme registraram queda de 37% nos furtos de rua e de 38% nos casos de roubos e furtos de veículos, segundo o ISP. No período, o programa realizou 200 prisões, 266 apreensões de menores e 3.860 ações de videomonitoramento.

 

No caso dos indicadores monitorados pelo 1746, houve queda acentuada no volume de queixas relativas à fiscalização de atividade econômica (52%); estacionamento irregular e reboques (32%); e população em situação de rua (32%). Os números foram tema de sessão oficial do Gabinete de Gestão Integrada Municipal (GGIM), comandada pelo prefeito no nesta terça-feira.

 

"O programa vem cumprindo com sucesso seus objetivos principais. A ação integrada de vários órgãos da Prefeitura, com reforço da PM, auxilia no combate de crimes, promove o ordenamento urbano e aumenta a sensação de segurança. Os resultados mostram o acerto da decisão pioneira do prefeito em criar o Rio+Seguro", comentou o secretário municipal de Ordem Pública, Paulo Amendola.

 

O Rio+Seguro alia planejamento, inteligência e tecnologia no reforço do patrulhamento de 240 PMs e guardas municipais nas ruas de Copacabana e Leme. Os outros órgãos municipais envolvidos são as Coordenadorias de Licenciamento e Fiscalização e de Controle Urbano (da Secretaria de Fazenda); Vigilância Sanitária (da Secretaria de Saúde); Secretaria Municipal de Assistência social e Direitos Humanos; Comlurb; Rioluz; Seconserma e Parques e Jardins.

 

Informações e imagens captadas por 54 câmeras posicionadas em pontos estratégicos e monitoradas em tempo real pelo Núcleo de Videopatrulhamento da GM-Rio, no Centro de Operações Rio (COR), são enviadas aos smartphones dos agentes nas ruas dos dois bairros. As equipes de campo têm ainda suporte de dois micro-ônibus como base operacional, dez carros e 33 motocicletas. A população pode contribuir denunciando irregularidades ao Disque-Rio+Seguro, no telefone (21) 98909-1153.




Serviços Serviços