Diário Oficial do Município do Rio de Janeiro

 

 


 

Escola em Anchieta, na Zona Norte, celebra a Semana da Língua Alemã

13/04/2018 15:15:00


 
Ao entrar em uma sala de aula do terceiro ou quarto ano do CIEP Oswald de Andrade, em Anchieta, na Zona Norte do Rio, é muito provável que você seja recebido por um sonoro "willkommen". A expressão em alemão, que significa "bem-vindo", é só uma das várias palavras que os alunos já aprenderam nos primeiros meses de 2018. Desde o início do ano letivo, o colégio implementou o ensino de alemão em oito turmas do terceiro e do quarto ano do Ensino Fundamental. Com apenas alguns meses de aula, os alunos, que têm entre 7 e 10 anos, já são capazes de montar frases e entender palavras-chave no idioma.
 
Cada turma tem cinco aulas de alemão por semana - os alunos estudam em horário integral. A ênfase, segundo a professora Marcia do Nascimento, é na comunicação oral, com atenção especial a objetos, palavras e ideias que fazem parte do cotidiano dos alunos.
 
"Não adianta ensinar a dizer "vamos viajar pelo mundo" se essa não é uma realidade no universo da criança. Tentamos montar as aulas com base nas referências que elas têm por perto", explica Marcia, que divide as turmas com a professora Adriana Mesquita.
 
O primeiro passo ao começar a ensinar alemão na escola foi passar para os alunos algumas informações básicas, como a localização da Alemanha no mapa, a distância para o Brasil e, especificamente, a distância entre o país europeu e Anchieta, onde eles moram. Logo nas primeiras aulas, alguns perceberam a semelhança de certas palavras do alemão com o inglês, que eles também aprendem no colégio. Com uma vocação para o ensino de idiomas - os alunos já tinham aulas de Libras - a meta da direção da unidade é expandir o ensino do alemão para as demais turmas do Ensino Fundamental.
 
Semana da Língua Alemã
 
De 7 a 15 de abril é celebrada a Semana da Língua Alemã. E a data não passou em branco no CIEP Oswald de Andrade. Os alunos colocaram a mão na massa em uma programação recheada de atividades para incentivar o estudo do idioma e difundir a cultura alemã.
 
Nesta sexta-feira (13/4), uma turma do terceiro ano participou de uma contação de história: Chapeuzinho Vermelho, na adaptação dos Irmãos Grimm, foi contada e encenada com a ajuda dos alunos. Para fixar o vocabulário em alemão, os professores narram a saga da menina utilizando cartões com elementos-chave do enredo, como a própria Chapeuzinho, o Lobo Mau e a floresta. Quando esses elementos aparecem na história, a professora ergue o cartão correspondente, e os alunos prontamente respondem com o nome daquele personagem ou lugar em alemão.
 
Alunas encenam "Chapeuzinho Vermelho", na versão dos Irmãos Grimm.
 
Depois, os próprios alunos pegaram os cartões e encenaram a história, cada um interpretando um personagem e falando, em alemão, pequenas frases do conto.
 
"O desenvolvimento para todas as outras áreas está sendo mais satisfatório, os alunos estão entusiasmados. A necessidade de falar o alemão favorece o aprendizado de português e amplia a visão de mundo deles para muito além de Anchieta", afirma Kelly de Carvalho, coordenadora pedagógica da escola.
 
Interação com outras turmas
 
Uma das atividades durante a Semana da Língua Alemã foi levar os alunos que estão estudando o novo idioma para dar miniaulas aos colegas que não têm a disciplina na grade ainda. A tarefa foi feita em caráter experimental, mas a ideia é que essa interação seja incentivada com o passar do tempo.
 
"Quando iniciamos o projeto, conversei com as duas professoras de alemão e fizemos um planejamento para essas aulas. Um ponto que pensamos foi como envolver as outras turmas, que ainda não têm alemão na grade horária. Então uma das soluções foi, quando os alunos tiverem maturidade no idioma, eles vão fazer pequenas apresentações nas outras turmas para apresentar conceitos básicos da língua alemã. Também pensamos em promover festas e eventos que tragam um pouco da cultura alemã para os demais alunos da escola", explica Kelly de Carvalho.
 
Parceria
 
O principal parceiro da Secretaria Municipal de Educação (SME) para estruturar o ensino do idioma na rede municipal é o Instituto Goethe, um órgão cultural do governo alemão. O objetivo do instituto é promover o conhecimento da língua alemã no exterior e o intercâmbio cultural com vários países do mundo. Como parte desses esforços, a instituição auxilia as escolas bilíngues da rede municipal com material pedagógico e reciclagem para os professores, que têm aulas de alemão no Instituto Goethe, no centro do Rio. Os representantes do Instituto também acompanham de perto o desenvolvimento do trabalho, com visitas periódicas às escolas.
 
"É um apoio importante que recebemos. Hoje teremos um curso sobre metodologia de ensino de alemão para crianças lá no Instituto", conta a professora Marcia.
 
Além de expandir os horizontes dos pequenos, dominar uma língua estrangeira pode ser uma vantagem considerável na hora de entrar no mercado de trabalho. Maior potência econômica da Europa, a Alemanha é a quarta maior economia do mundo, atrás apenas de Estados Unidos, China e Japão, com um Produto Interno Bruto (PIB) de 3.466,64 bilhões de dólares, segundo dados do Fundo Monetário Internacional (FMI). Em 2017, a estimativa é que mais de 750 mil vagas de trabalho foram abertas no país, que incentiva a imigração de mão de obra qualificada. O Brasil é um dos países onde acontece um recrutamento direto por parte do governo alemão.
 
VEJA TAMBÉM
 




Serviços Serviços