Diário Oficial do Município do Rio de Janeiro

 

 


 

Saúde monta equipe multidisciplinar para atendimento durante o carnaval

06/02/2018 13:52:00


A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) preparou esquema especial de atendimento médico e de fiscalização sanitária para os dias de desfiles das Escolas de Samba da Série A, do Grupo Especial, das Escolas Mirins, Apuração e Campeãs, no Sambódromo da Marquês de Sapucaí. Os postos médicos funcionarão com um total de 33 leitos, sendo oito de suporte avançado para os casos de maior gravidade. Os postos estarão localizados nos setores 1 (concentração), 2, 7, 8, 10 (Rua Salvador de Sá), 11 e Apoteose (dispersão).
 
Cerca de 200 profissionais de saúde, entre médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem, além de apoio administrativo, estarão de plantão nos postos de atendimento. Os médicos serão de diversas especialidades (clínicos, cirurgiões gerais, ortopedistas, pediatras, neurocirurgiões, entre outros), que se alternarão nos plantões durante todos os dias de evento. Para os casos que precisarem de remoção, estarão disponíveis 15 ambulâncias UTIs, com equipes de saúde distintas das equipes dos postos. A Central Municipal de Regulação dará suporte aos casos de necessidade de transferência de pacientes. Os hospitais da rede municipal de saúde estarão de prontidão, preparados para receber os casos mais graves.
 
Os postos funcionarão das 16h até o término dos desfiles. Em 2017, foram realizados 2.378 atendimentos nos nove postos de saúde instalados no Sambódromo e Terreirão do Samba durante os seis dias de desfiles. As principais causas foram pequenos ferimentos, crise hipertensiva (pressão alta), mal-estar e cefaleia (dor de cabeça), entorses e intoxicação alcoólica. Desse total, 101 pacientes foram transferidos para hospitais da rede municipal.



Serviços Serviços