Diário Oficial do Município do Rio de Janeiro

Prefeitura celebra Mês de Valorização da Paternidade

10/08/2017 09:07:00


Neste domingo (13/08), comemora-se o Dia dos Pais. Mas, na rede municipal de saúde, o papel do pai na criação dos filhos estará em pauta durante todo o mês de agosto com o Mês de Valorização da Paternidade. Para a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), está é uma oportunidade de se discutir nas unidades a relevância do cuidado paterno na promoção da saúde do homem e de toda a sua família. Pesquisas apontam o impacto positivo do envolvimento paterno no desenvolvimento das crianças e adolescentes, na redução da mortalidade materna e infantil, na redução da violência, entre outros benefícios.

 

Durante todo o mês, as unidades de Atenção Primária e outras da rede de assistência, como maternidades, realizam atividades para a disseminação de informações e mobilização de profissionais, usuários e usuárias. São realizadas nas unidades rodas de conversa; atividades nas salas de espera; convite aos pais para participar do pré-natal de suas parceiras; exibição de filmes com a temática da relação entre pais e filhos; oficinas e jogos envolvendo adolescentes e seus pais; atividades de aprendizado do cuidado na primeira infância, voltadas para os pais; ações de orientação nos territórios pelos agentes comunitários e demais profissionais de saúde.

 

Além disso, as unidades da rede Observatório de Tecnologia de Informação e Comunicação em Sistemas e Serviços de Saúde (Otics Rio) estão divulgando informações sobre a valorização da paternidade para Centros de Estudos e Estações Otics. Nesta sexta-feira (11), haverá oficina de capacitação do guia do pré-natal do parceiro para os profissionais de saúde das dez unidades de Atenção Primária da região da Grande Tijuca. E no sábado, 12, durante a Feira Orgânica de Olaria (Praça Marechal Maurício Cardoso, Penha), das 9h às 12h, o microfone estará aberto para intervenções, poesias e o que mais rolar. O tema da paternidade, claro, estará na pauta.

 

No dia 19 de agosto, na Casa de Parto David Capistrano, em Realengo (Avenida Pontalina, s/n), haverá atividades com o Grupo de Papais da Casa de Parto. Às 14h, a diretora da unidade, Leila Azevedo, dará palestra sobre a história da unidade e sobre o panorama do Parto Humanizado no Brasil. A partir das 15h, haverá roda de conversa sobre paternidade, promovida pelo Grupo de Papais, com o lançamento da edição 179 da Revista Radis da Fiocruz. Às 17h, encerramento cultural.

 

No dia 23, o Programa Academia Carioca de Saúde da Clínica da Família Felippe Cardoso, na Penha, realiza o "Circuito Papai em Ação", com a participação de pais usuários e pais profissionais da unidade. São preparadas atividades que envolvem funções cotidianas que ficam normalmente centralizadas nas mães, mas que o papai também pode e deve fazer. Também haverá disputas de pênaltis entre as equipes formadas por pais e seus filhos ou filhas.

 

No dia 26, será realizado o Segundo Mamaço na Igreja da Penha, com atividades voltadas para a participação dos pais. Na programação haverá minicircuito para os pais e a participação deles junto a suas parceiras no momento da amamentação, além de apresentação com os jovens do RAP da Saúde, cantando e dançando a paródia da música "Cheguei", da cantora Ludmila.

 

Mais informações e trocas de idéias sobre a paternidade participativa estão disponíveis na página do Movimento pela Valorização da Paternidade no Facebook.




Serviços Serviços