Diário Oficial do Município do Rio de Janeiro

 

 


 

Cidade quer ampliar intercâmbio cultural com a China

11/01/2017 16:27:00  » Autor: Foto: Divulgação/SMC


Pela primeira vez, a cidade do Rio de Janeiro receberá, oficialmente, o evento comemorativo do Ano Novo Chinês, cujo calendário celebra o Galo em 2017. Com extensa programação, a festa acontecerá entre os dias 27 e 29/01, na Lapa, representando uma excelente oportunidade de intercâmbio cultural entre a China e o Brasil, tendo a cidade carioca como palco privilegiado desta ação. Nesta quarta-feira (11/01), a secretária Municipal de Cultura, Nilcemar Nogueira, recebeu em seu gabinete uma comitiva chinesa, liderada pelo vice-cônsul Ji Mei, para tratar dos detalhes do evento.

 

- Nesse novo momento da cultura em nossa cidade, é importante criar espaços de maior integração. Além de fazer desta uma bandeira para unir todas as regiões do Rio, queremos promover também esta interação maior com outros países e regiões do Brasil. Este tipo de ação pode fazer com que tenhamos um outro olhar sobre a nossa própria cultura, ajudando a quebrar estigmas e preconceitos - falou a secretária.

 

O evento contará com 20 barracas, onde cariocas e visitantes terão acesso ao melhor da gastronomia chinesa, além do artesanato produzido naquele país. A comemoração terá ainda danças e músicas folclóricas e o tradicional show de fogos de artifício.

 

- Queremos muito que este evento seja um marco de maior aproximação do nosso país com a cidade do Rio de Janeiro. E, com isso, criar um intercâmbio constante entre as duas partes - ressaltou Ji Mei.

 

Para a comitiva chinesa, a realização do Ano Novo Chinês no Rio pode ser um vetor importante para atrair mais turistas à cidade. No encontro também ficaram acertadas a montagem de um calendário cultural, onde artistas cariocas e chineses possam se apresentar conjuntamente, a criação de oficinais e a troca de experiências.

 

- Não adianta apenas fazer o espetáculo pelo espetáculo. Temos de interagir com qualidade, mostrando nossas culturas, as ancestralidades e o significado de cada gesto produzido, para que este entendimento se dê de forma plena - concluiu Nilcemar.




Serviços Serviços