Guarda Municipal do Rio de Janeiro - GM-Rio
Volta às aulas: GM-Rio terá esquema especial de trânsito e patrulhamento em escolas

03/02/2017 19:46:00


Operação começa segunda, 6, com 111 guardas atuando na orientação de motoristas, em palestras para alunos e até na interação com responsáveis

 

A Guarda Municipal do Rio de Janeiro (GM-Rio) inicia às 6h desta segunda-feira, dia 6, a Operação Volta às Aulas com um efetivo de 111 GMs atuando na fiscalização e orientação do trânsito e no patrulhamento das escolas da rede municipal em todas as regiões da cidade. Do total, 41 guardas são da Subdiretoria Técnica de Trânsito (Subtran) e atuarão nos principais corredores de grande concentração de escolas, em especial, as particulares que registram movimento mais intenso de veículos. Os outros 70 GMs são do Grupamento de Ronda Escolar (GRE) e estarão em acessos a escolas municipais próximas a vias de grande movimento, orientando a travessia de alunos e observando alterações na rotina da unidade.



Por conta das férias escolares, o efetivo da Ronda Escolar é empregado na Operação Verão (de patrulhamento em praias da Zona Sul e Zona Oeste). Os guardas do grupamento retomaram a agenda de ações educativas no dia 2, com atividades lúdicas e palestras que tratam de temas como educação no trânsito, violência e dengue. Para reforçar conceitos de segurança, o comando da GM-Rio produziu dois folhetos educativos que serão distribuídos nessa primeira semana da volta às aulas. Um deles é voltado aos motoristas, com foco em orientações sobre o trânsito. O outro tem foco nos pais e responsáveis que levam as crianças para a escola, contendo dicas de segurança como "Alerte o seu filho sobre o perigo de comprar balas e outros doces no entorno da escola".



TRÂNSITO - A Subtran fará o monitoramento do trânsito, orientando os motoristas e auxiliando na travessia de pedestres para dar fluidez ao tráfego nos principais corredores viários da cidade. O esquema operacional é por tempo indeterminado. Os 41 guardas estarão distribuídos em pontos estratégicos de 37 escolas que registram grande movimento de veículos nos horários de entrada e saída de alunos. Alguns dos corredores são: Rua São Clemente, em Botafogo (via de acesso aos colégios Corcovado, Santo Inácio e Britânico); Visconde Silva, no Humaitá (colégio Andrews); Rua São Francisco Xavier, na Tijuca (Colégios Militar e Pedro II); e Rua Araguaia, na Freguesia (colégios Guarriga e Primus).

 

Na abordagem, os guardas vão orientar motoristas para que evitem, por exemplo, obstruções de ruas e cruzamentos causadas por filas duplas no embarque e desembarque de alunos, com reforço em pontos que, porventura, apresentarem congestionamento. A inspetora geral Tatiana Mendes, nova comandante da GM-Rio, esclarece que multas só serão aplicadas como último recurso, em casos que os motoristas insistam na infração, desobedeçam a sinalização ou não acatem a orientação dos agentes. "O guarda atua com foco na orientação e prevenção tendo a multa como último recurso. Esperamos contar cada vez mais com a colaboração dos motoristas para que não termos necessidade de recorrer à penalidade", diz a inspetora Tatiana, uma das 12 mulheres aprovadas no primeiro concurso da Guarda, em 1993, e por ser pedagoga recebeu a missão de, naquele mesmo ano, criar o Grupamento de Ronda Escolar.
 


Imagens relacionadas: