Guarda Municipal do Rio de Janeiro - GM-Rio
GM-Rio amplia Centro de Controle Operacional e inicia projeto de videomonitoramento É mais um avanço

27/01/2017 06:00:00


 
 
O Centro de Controle Operacional (CCO) da Guarda Municipal do Rio de Janeiro (GM-Rio) acaba de ganhar uma estrutura mais moderna e independente no 3º andar do Centro de Operações Rio (COR). Entre as novidades, estão dez estações de videomonitoramento com acesso às mais de 800 câmeras da Prefeitura do Rio distribuídas por toda a cidade, mas por enquanto atuando com foco na orla e seus principais corredores. Em fase de implantação, o projeto do novo CCO da Guarda já conta desde o último sábado, 21, com duas novas câmeras específicas para cobertura completa da Praia do Arpoador. Os equipamentos permitem aos guardas monitorarem grupos suspeitos do desembarque do ônibus à Pedra do Arpoador, alcançando também a entrada e a saída do Parque Garota de Ipanema.
 
O projeto é mais um avanço do Plano de Prevenção Contra Pequenos Delitos e Arrastões nas Praias da Cidade que, elaborado pela Secretaria Municipal de Ordem Pública (Seop), começou na prática no último dia 14, logo no segundo fim de semana da atual administração. O início foi marcado pela parceria entre equipes da GM e da Polícia Militar, que desde então atuam integradas na orla com radiotransmissores operando na mesma frequência. As novidades permitem que a GM-Rio dê uma resposta mais efetiva e rápida à população, em especial, no combate a pequenos delitos não só na orla, mas em outros pontos da cidade. 
 
- Com essas câmeras conseguimos acompanhar, por exemplo, diversos trechos do percurso total do ônibus 474. Temos também outras que nos garantem uma cobertura de um raio de até um quilômetro, a partir do desembarque até a chegada à areia, em boa parte da orla da Zona Sul. Tudo está ainda em implantação, mas em breve mais guardas serão selecionados e capacitados para o serviço de videomonitoramento - adiantou o diretor do CCO, inspetor Jorge Coimbra. 
 
Estrutura do CCO - O Centro de Controle Operacional da GM funciona 24 horas e está no COR desde 2013, atendendo a demandas do telefone 1746. Para todas as ações, o CCO conta, atualmente, com um total de 75 guardas divididos em quatro turnos, sendo que a Diretoria de Operações da GM-Rio já estuda meios para aumentar o efetivo em cerca de 30 agentes. O videomonitoramento surge como diferencial da Guarda, obedecendo à nova missão da Seop, que passa a atuar tendo como prioridade integrar todas as forças de segurança. 
 
- Nossa palavra de ordem é a integração, pois segurança é dever de todos. Precisamos entender isso e seguir nessa linha, pois só com a participação de todos os órgãos é que iremos reverter os índices de criminalidade em nossa cidade - garante o coronel PM Paulo Amendola, secretário de Ordem Pública que criou o Batalhão de Operações Especiais da PM (Bope) e implantou a GM-Rio há 24 anos.