Guarda Municipal do Rio de Janeiro - GM-Rio
Nova comandante da GM-Rio é empossada no cargo pelo prefeito Marcelo Crivella

17/11/2014 13:16:00


Inspetora Tatiana é a primeira guarda de carreira a comandar a corporação

 

O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, deu posse à nova comandante da Guarda Municipal do Rio de Janeiro (GM-Rio), inspetora regional Tatiana Mendes, em cerimônia realizada nesta quinta-feira, dia 12, na sede da corporação, em São Cristóvão. Tatiana recebeu o cargo do comandante anterior, coronel PM Luís Cláudio Laviano, na solenidade que contou também com o coronel PM Paulo Cesar Amendola, que implantou a GM há quase 24 anos e acaba de assumir a Secretaria Municipal de Ordem Pública (Seop), pasta que tem a Guarda em sua estrutura. 

 

A nomeação de Tatiana para o comando da GM-Rio é um marco na história da corporação, que no próximo dia 30 de março completa 24 anos e pela primeira vez é dirigida por uma guarda de carreira e também por uma mulher. O feito foi destacado pelo prefeito em seu discurso, ao falar da escolha da inspetora regional para a função. 

 

- Tatiana é a perfeita representação do coração e da alma da Guarda. Como guarda municipal de carreira, ela é capacitada e será uma líder que conhece de perto as justas e legítimas aspirações do efetivo, que tem a experiência do dia a dia na rua e compartilhou as mesmas aspirações, anseios e dificuldades dos integrantes da corporação - afirmou o prefeito. 

 

Formada em pedagogia e com especialização em segurança pública, a inspetora Tatiana é uma das 12 mulheres que prestaram o primeiro concurso da GM-Rio em 1993, com 1.200 novos guardas contratados. Com a experiência de 18 anos de magistério, coube à então GM Tatiana a missão de dar vida ao Grupamento de Ronda Escolar (GRE). No dia a dia de patrulhamento em escolas do município, ela identificou a necessidade de maior interação com alunos, familiares e até educadores, criando o roteiro de palestras para tratar de temas como os ligados à prevenção de drogas.

 

Aos 55 anos, a nova comandante terá como uma de suas muitas missões à frente da GM-Rio aumentar a presença ostensiva e preventiva dos guardas nas ruas para promover a sensação de segurança à população, ao mesmo tempo priorizando o cuidar das pessoas. Para tanto, a GM conta com 7.500 agentes distribuídos em oito grupamentos especiais, 15 inspetorias, quatro coordenadorias regionais e 11 Unidades de Ordem Pública (UOPs). Maior guarda desarmada do Brasil, a Guarda do Rio foi a primeira do país a implantar sua própria Academia de Formação de Guardas, onde o efetivo passa por treinamento permanente, tendo ainda cursos de capacitação para se manter atualizado com as ações de segurança pública.

 

- Ser a primeira mulher a chegar ao posto máximo na nossa querida Guarda Municipal me traz uma responsabilidade ainda maior com o nosso efetivo em prol da nossa cidade. Temos hoje mais um desafio, que é enfatizar nossa vocação original de cuidar das pessoas, só que com um viés mais focado na segurança, papel que nunca foi negado pela Guarda. Ao contrário, sempre o fizemos de forma discreta, mas eficiente, e iremos nos preparar para fazer ainda melhor - destacou Tatiana.

 

Como parte dos projetos que visam ampliar a presença ostensiva da GM-Rio nas ruas, a Seop criou o Plano de Prevenção Contra Pequenos Delitos e Arrastões nas Praias da Cidade, que busca integrar nas ruas as atuações da Guarda com as Polícias Civil e Militar. Para tanto, o secretário Municipal de Ordem Pública, Paulo Cesar Amendola, vem se reunindo com autoridades de diversos órgãos de segurança, com alguns dos resultados por ele citados na cerimônia de passagem de comando. Um exemplo é o novo formato de parceria entre a Guarda Municipal e a Polícia Militar que começa nesse fim de semana nas praias da cidade, com o uso da mesma frequência de rádio para integrar ações entre as duas corporações e prevenir arrastões e pequenos delitos.

 

- A Guarda tem grande responsabilidade com a segurança pública. Ela é fundamental para as ações de proteção nas ruas, como bem disse o delegado Roberto Sá, secretário de segurança pública do estado. E caminhamos bem para esse reconhecimento, com um momento histórico em que a Guarda passa a ter comando próprio, assumindo definitivamente seu papel no campo da segurança pública da nossa cidade, como direcionamento do prefeito. E agora é seguir atuando dentro de suas competências, mas de forma integrada com os demais órgãos de segurança existentes – disse Amendola.


Imagens relacionadas: