Bosque na Barra e jardim sobre túnel em Copacabana têm novos adotantes

Publicado em 28/06/2019 - 09:32 | Atualizado em 09/07/2019 - 15:46
A Praça Cazuza, no Leblon, na Zona Sul, ganhará vida nova com o Boteco Boa Praça, seu adotante. Os sócios da casa resolveram adotar a Praça, que fica em frente à estátua em homenagem a Cazuza. Fotos Marcos de Paula/Prefeitura do Rio

O jardim sobre o Túnel Prefeito Sá Freire Alvim, que liga as ruas Barata Ribeiro e Raul Pompeia, em Copacabana, na Zona Sul, e parte do Bosque de Jerusalém e área verde do Condomínio Pedra de Itaúna, na Avenida Luiz Aranha, 10, na Barra da Tijuca, na Zona Oeste, ganharam novos adotantes, conforme informações da Fundação Parques e Jardins (FPJ), vinculada à Secretaria Municipal de Conservação.

José Antônio Vieira Rodrigues Teixeira adotou o jardim e Ricardo Furquim Werneck Guimarães, parte do bosque e a área verde.

Interessados em seguir o bom exemplo de José Antônio e Ricardo podem procurar a sede da fundação, que fica no Campo de Santana, com acesso pelo portão da Praça da República, em frente à Rua Moncorvo Filho/Largo C.A.C.O. No endereço, a FPJ dá informações sobre os procedimentos necessários para novas adoções. O atendimento ao público é feito de segunda à sexta-feira, de 9h às 17h. Informações também podem ser obtidas pelo telefone 2224-8088.

 

Como funciona
No site do Adote.Rio (www.adote.rio) há áreas em diversos pontos da cidade potencialmente disponíveis para adoções. A intenção é que a lista seja alimentada continuamente, com a inserção de novas áreas disponíveis a cada atualização.
Basta o interessado identificar a área que deseja adotar e formalizar o pedido através do preenchimento do formulário online. A relação da documentação necessária, bem como outras informações importantes e todas as etapas do processo, também estarão disponíveis na página.
Várias praças já foram adotadas no município, graças ao projeto da prefeitura. É o caso da Praça Cazuza, no Leblon, na Zona Sul, que ganhará novo paisagismo e iluminação através do Boteco Boa Praça. Os sócios da casa decidiram adotar a praça, que fica em frente à estátua em homenagem a Cazuza. A área ganhará varais de luz e serão plantados oito pés de Canafístula, árvore de flores amarelas.

 

Benefícios e contrapartidas
Não existe qualquer cobrança para formalizar uma adoção. Entre benefícios e contrapartidas, está a associação direta do adotante à imagem de responsabilidade social, marketing alternativo e divulgação da adoção com aplicação da logomarca e inserção de QR Code nas placas e até mesmo totens luminosos, de acordo com as especificações de cada espaço, conforme resolução a ser publicada em Diário Oficial.
O adotante também recebe o selo de parceiro do Adote.Rio, que poderá ser utilizado em uniformes e mídias digitais. Além da disponibilização de uma equipe técnica da superintendência local para interação com os demais órgãos e melhorias no atendimento das demandas de serviços municipais.