Prefeitura compra cestas básicas para serem distribuídas à população prejudicada economicamente

Publicado em 25/03/2020 - 19:17 | Atualizado em 26/03/2020 - 20:02
Cerca de 5 mil cestas básicas serão distribuídas para a população atingida economicamente. Foto: Marcos de Paula/Prefeitura do RioAo todo serão 184 cestas distribuídas para moradores e trabalhadoras da AMOCAVIM – Associação de Moradores do Condomínio e Amigos da Vila Mimosa. Foto: Marcos de Paula/Prefeitura do Rio

O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, recebeu nesta quarta-feira (25/03), no Riocentro, cerca de 5 mil das 20 mil cestas básicas que foram compradas pela Prefeitura e serão distribuídas para a população que foi atingida economicamente pela pandemia do novo coronavírus. Esta primeira leva vai para vendedores de rua cadastrados no programa Ambulante Legal e taxistas auxiliares (que pagam diárias).

Ainda esta semana as cestas começam a ser distribuídas para os cadastrados no Ambulante Legal. A Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos vai publicar portaria com a relação em ordem alfabética dos cadastrados para retirada das cestas, priorizando Portadores de Necessidades Especiais, Idosos e Mulheres.

Ainda esta semana as cestas começam a ser distribuídas para os cadastrados no Ambulante Legal. Foto: Marcos de Paula/Prefeitura do Rio
Ainda esta semana as cestas começam a ser distribuídas para os cadastrados no Ambulante Legal. Foto: Marcos de Paula/Prefeitura do Rio

O beneficiário deverá apresentar documento com foto e comprovante de inscrição como autônomo do Programa Ambulante Legal.

Os locais de distribuição serão nas Inspetorias da Guarda Municipal e em alguns casos a entrega será feita em casa por meio de serviço de táxi. As relações serão publicadas nos canais de comunicação da Prefeitura.

Também esta semana começa a distribuição para os taxistas auxiliares, aqueles que pagam diárias. O critério de distribuição para este público será na modalidade de drive thru, no Riocentro, aproveitando a logística do local. Os taxistas serão informados via o aplicativo Taxi.Rio. Os permissionários deverão apresentar o CIAT-Rio que é o cartão de identificação de transporte.

Coronavírus: restaurantes populares municipalizados passam a abrir para o jantar