Méier recebe ações do Cuidar da Cidade, com mais de 800 atendimentos a demandas do 1746

Publicado em 28/05/2019 - 15:43 | Atualizado em 28/05/2019 - 16:14
Rioluz faz troca de lâmpadas nos postes: Cuidar da Cidade no Méier. Foto: Marcelo Piu/Prefeitura do Rio Rioluz faz troca de lâmpadas nos postes: Cuidar da Cidade no Méier. Foto: Marcelo Piu/Prefeitura do Rio

O programa Cuidar da Cidade está no Méier. Iniciado em janeiro, o programa de zeladoria já desenvolveu mais de 12 mil ações, boa parte em atendimento a solicitações feitas pela central 1746. Nesta nova etapa, a 13ª, o objetivo é chegar a mais 880 atendimentos.

– Estamos aqui no Méier com várias lideranças do bairro. Estão aqui equipes da RioLuz, da Conservação, da Saúde, da Comlurb, da Rio-Águas, entre outras secretarias e órgãos. Viemos para dar uma arrumada no bairro. É o Seu Bairro Mais Bonito, com poda de árvore, troca de luminárias apagadas, conserto de calçadas que têm muitas pedras portuguesas. Vamos ver também a drenagem, porque não tem tido chuva, mas quando tem é preciso que os bueiros estejam limpos. Enfim, vamos fazer hoje um grande trabalho.

Arthur Eduardo parou com a filha, Flor, de 5 anos, em vários pontos, para acompanhar o trabalho de podas de árvores na Rua Silva Rabelo.

– Moro há 20 anos aqui. Há um bom tempo o Méier merecia essa atenção, esse cuidado. A Prefeitura está de parabéns, mantendo bairros limpos e ajudando a preservar a natureza – justificou Arthur.

Limpeza de bueiro é outro trabalho importante do mutirão de zeladoria. Foto: Marcelo Piu/Prefeitura do Rio
Limpeza de bueiro é outro trabalho importante do mutirão de zeladoria. Foto: Marcelo Piu/Prefeitura do Rio

Daniele Brasil, profissional da Educação, aproveitou para tomar a vacina contra a gripe, com o filho, Gustavo, de 11 anos.

 – O posto (de Vacinação Externa – PVE) volante nos ajudou e facilitou nossa vida. Meu filho é diabético e tem prioridade para vacinar, assim como eu, da área de Educação. Só que na correria do dia a dia não tínhamos tempo de ir ao posto fixo do bairro – comentou Daniele.

O conserto da calçada faz parte das ações em atendimento a pedidos de moradores pela Central 1746. Foto: Marcelo Piu/Prefeitura do Rio
O conserto da calçada faz parte das ações em atendimento a pedidos de moradores pela Central 1746. Foto: Marcelo Piu/Prefeitura do Rio

Lúcia Ancillotti, coordenadora das ações em Saúde, disse que mais de 400 doses de vacina contra a gripe foram disponibilizadas para grupos considerados especiais, entre eles idosos, crianças de 6 meses a menos de 6 anos, mulheres que tiveram filhos há menos de 45 dias profissionais de Saúde, professores e pessoal da Segurança.

 – Sempre temos mais doses estocadas, caso sejam necessárias. Estamos reforçando a campanha, que vai até dia 31 de maio -, comentou Lúcia, ressaltando que funcionários da Secretaria municipal de Saúde também distribuíram farto material informativo sobre arborisoses (doenças causadas pelos chamados arbovírus, que incluem o vírus da dengue, Zika vírus, febre chikungunya e febre amarela). Homens da Guarda Municipal deram apoio às ações.

Méier mais iluminado e mais limpo

O Méier recebeu ações do Cuidar da Cidade em mais de 65 ruas, incluindo a 24 de Maio, uma das principais e de maior movimento do bairro. Criado no início do ano por Crivella, o programa agiliza a resposta a solicitações da população e atende demandas sobre poda de árvores, limpeza de ralos, reparo de lâmpadas e reforço na sinalização de trânsito, por exemplo. As ações incluem também tapa-buraco, reparo de calçamento, corte de grama e pintura de equipamentos públicos, como brinquedos de praças. A Comlurb aproveitou para fazer campanha em favor da coleta seletiva de lixo, e a Vigilância Sanitária e a Secretaria Municipal de Bem Estar Animal levaram vacinação antirrábica a cães e gatos.

 – Vinte homens estão voltados apenas para a pintura do patrimônio público, tapando buracos nas vias e calçada, recuperando pedras portuguesas, desobstruindo galerias de águas pluviais e podando árvores, entre elas, amendoeiras, que geralmente atraem morcegos-, afirmou Carlos Dari, assistente local da Seconserva.

Funcionário da Seconserva faz a píntura de banco de praça no Méier. Foto: Marcelo Piu/Prefeitura do Rio

Funcionário da Seconserva faz a píntura de banco de praça no Méier. Foto: Marcelo Piu/Prefeitura do Rio

O Cuidar da Cidade estabelece um calendário de ações que mobiliza diversos órgãos municipais, incluindo Secretaria Municipal de Conservação (Seconserva), Comlurb, Rio Águas, CET-Rio, Rioluz, Fundação Parques e Jardins e Subsecretaria de Vigilância Sanitária.
O programa já passou por Tijuca/Praça Afonso Pena, Tijuca/Saens Peña, Ilha do Governador e Rocha Miranda, na Zona Norte; Padre Miguel, Santa Cruz, Campo Grande (duas vezes, uma em Inhoaíba e outra na região do Conjunto da Marinha), Vila Valqueire e Pechincha, na Zona Oeste; Centro; e Leblon, na Zona Sul.

Também houve vacinação contra gripe e febre amarela nas ações do Cuidar da Cidade no Méier. Foto: Marcelo Piu/Prefeitura do Rio
Também houve vacinação contra gripe e febre amarela nas ações do Cuidar da Cidade no Méier. Foto: Marcelo Piu/Prefeitura do Rio

 Uma equipe da Rioluz trocou antigas lâmpadas por mais modernas.

 – Vão deixar as ruas 30% mais iluminadas e, consequentemente, mais seguras. Essa era uma das principais reivindicações dos moradores – lembrou Marcelo Dahl, gerente regional da Rioluz.

Feirinha receberá melhorias

Durante a visita ao bairro, Crivella também se reuniu com representantes da Feirinha do Méier.

– Ouvimos o pessoal da Feirinha, que estava com problema para se regularizar na prefeitura, o que é muito importante que ocorra ainda hoje, porque são 130 famílias que trabalham lá -, afirmou Crivella.

 Lúcio Costa e Glauco Vinícius, que têm boxes no camelódromo local, disse que uma das reivindicações feitas ao prefeito foi a padronização das barracas.

 – Pedimos ao prefeito também para padronizar as barracas. Hoje, têm aspecto ruim por falta de padronização, que certamente atrairá mais consumidores – explicou Costa.